Resenha: Os Senhores do Tempo - Viajantes: O Despertar, Por Paulo H. B. Lemos


Oiê queridões, tudo bem com vocês?

Faz um tempinho que não trago resenha pro blog, mas hoje venho pra mudar essa realidade. Trouxe a resenha do primeiro livro da Saga Os Senhores do Tempo, Viajantes - O Despertar, do autor Paulo H. B. Lemos.

Autor: Paulo H. B. Lemos
Páginas: 320
Ano: 2017
Editora: Novo Século (Selo: Talentos da Literatura Brasileira)
Onde encontrar: Skoob | Amazon
Holland tem 16 anos e é obrigada a mudar-se para o Japão por conta de uma proposta de emprego que sua mãe recebeu das Indústrias Sotawa. No seu primeiro dia na escola nova, conhece três pessoas que irão mudar sua vida. Junko, uma garota que não se encaixa nos padrões das meninas de sua idade, vê em Holland a chance de ter uma amiga e descobre ter talentos para a bruxaria. Kaya, um garoto que a todo custo busca vingança pela morte dos pais e honra para o clã dos Caçadores do Tempo, que secretamente buscam o poder da Deusa do Tempo – liderados por Masashi Sotawa, avô de Kaya. E Seiji, um estudante do terceiro ano que é membro do clã conhecido como Viajantes do Tempo, que procura há séculos a Deusa do Tempo para protegê-la dos Caçadores. De algum modo, todos estão interligados, e não demoram a descobrir o porquê.
Holland possui uma vida normal, até que sua mãe consegue uma promoção e as duas precisam se mudar para o Japão. Mas isso já é "normal" para a garota. Sua vida muda de cabeça para baixo quando ela descobre possuir os dons de viajar no tempo, ou seja, que ela possui poderes de conseguir viajar para qualquer parte do tempo.

Por mais que nossa protagonista seja Holland, acabamos acompanhando também três outros personagens, sendo eles: Junko, Seiji e Kaya. Os quatro tiveram algum acontecimento no passado que os afetaram de uma maneira impactante. E o mais legal é a ligação entre eles, nada menos que o Tempo.

A narrativa é intercalada entre os quatro personagens que acabam acompanhando a principal Holland. O que me fez inicialmente ficar com um pé atrás, pois ler a história na visão de quatro personagem me dei uma sensação estranha. Mas confesso que o autor conseguiu desenvolver muito bem a parte narrativa do livro e deixou tudo claro a medida que o enredo avança.

O que me fez gostar mais ainda desse livro foi a fluidez da leitura, a cada capítulo acompanhamos as aventuras e acontecimentos marcantes na vida dos personagens. E além de tudo, gostei da forma como a questão de Viagem no Tempo foi abordada, confesso que esse foi um dos primeiros livros que li com essa temática, mas confesso que não fiquei em nenhum momento confuso com a história.

Além de aventura e viagens no tempo, o autor trata em seu livro de abordar temas históricos e mitológicos, já que o mesmo é fascinado por esses assuntos. O melhor é os ganchos que o autor deixa para o segundo livro da saga, pois um livro sem um gancho para a continuação não poderia faltar né haha.

Então de forma geral eu adorei a leitura de O Viajantes - O Despertar e recomendo para os amantes de fantasia e viagem no tempo.
Beijoss, e até a proxima!

Comentários

  1. Oi, parece ser um livro muito bom, eu particularmente fio super empolgada com viagens no tempo.
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir

Postar um comentário