Resenha: Originais, da Jennifer L. Armentrout

Então, a pergunta é: você vai ficar do nosso lado ou vai se voltar contra sua própria espécie? Porque você terá que fazer essa escolha, srta. Swartz. Terá que optar entre seu próprio povo e aqueles que a transformaram.
Série: Originais (Saga Lux #4)
Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Páginas: 384
Onde encontrar: Amazon
Daemon fará o que for preciso para ter a Katy de volta. Após a bem-sucedida, porém desastrosa, incursão a Mount Weather, ele está tendo que encarar o impensável. Katy foi capturada. Sua única meta agora é encontrá-la. Destruir qualquer um que se ponha em seu caminho? Com todo prazer. Incendiar o planeta inteiro para salvá-la? Moleza. Expor sua própria raça ao mundo? Sem problema. Tudo o que a Katy pode fazer é sobreviver. Cercada por inimigos, a única maneira que ela tem de sair dessa é se adaptando. Afinal, nem todas as facetas do Daedalus são totalmente malucas, embora os objetivos do grupo sejam assustadores e as verdades propagadas ainda mais perturbadoras. Quem é de fato o inimigo? O Daedalus? A humanidade? Ou os Luxen? Juntos, eles podem encarar o que vem pela frente. No entanto, a pior de todas as ameaças esteve escondida o tempo inteiro. Quando as verdades vierem à tona e as mentiras forem enfim desmascaradas, de que lado o Daemon e a Katy decidirão ficar? E será que eles conseguirão, pelo menos, continuar juntos?
Em Originais vamos acompanhar o que aconteceu no final de Opala, sabemos que tudo está uma confusão por causa do plano de Blake, a invasão ao Mount Weather para resgatar seus amigos, porém, acabou não saindo como todos esperavam, e por causa disso Katy foi capturada e levada para a área 51  – por Daedalus.

Agora, Daemon está movendo céu e terra para resgatar Katy, e nada vai ficar na sua frente. Nem mesmo sua família e sua raça, e mesmo que possa revelar tudo ele vai tirar Katy dos experimentos que estão fazendo com ela na base. Sem deixar de mencionar os segredos que vão descobrindo ao longo dessa separação forçada do casal.

Katy está dividida entre os humanos e os Luxen, e isso está acabando com ela, já que a sua ligação com Daemon e forte e intensa, e seu amor pela raça é praticamente no mesmo nível.
Mesmo com todos os segredos e revelações que temos nesse livro, ainda podemos sentir a aflição que está sendo para Katy e Daemon, por não poderem viver seu romance em paz (sem ter os humanos, Luxens ou uma guerra ameaçando implodir entre todos). Claro que vamos encontrar inimigos e revelações que podem acabar com esse amor deles, mas tudo está em risco por causa das decisões de Daemon, que é esquentado e impulsivo demais, para ver o que está em risco.
Daemon Black podia ser tão temperamental quando tum porco-espinho num dia ruim, mas por baixo de toda aquela carapaça espinhenta era doce, protetor e inacreditavelmente generoso. Havia dedicado a maior parte da ida a manter a família e a comunidade Luxen em segurança, encarando o perigo repetidas vezes sem nunca pensar no seu próprio bem estar.

Em Originais é uma história bombástica, a maneira como enredo é contado pela autora, me conquistou muito. Pois, o final de Opala foi bem dramático e cheio de mistério. Nesse 4 volume temos reviravoltas e revelações, tudo do jeito que a Jennifer sempre faz, nos deixando sem ar, e a espera de mais.

O livro é contado pelo ponto de vista de Daemon e Katy, e a todo momento temos uma noção do que estão enfrentando e superando para reencontrar um ao outro. Vale ressaltar que os personagens secundários, principalmente o Daedalus me deixaram chocada com a importância deles em toda a saga.

Super recomendo a obra para quem ama um romance cheio de ação e aventura. Indico também lerem mais obras da autora, pois, com essa leitura pude perceber que ela me enrolou direitinho do início ao fim.

Beijoss, e até a próxima!!

Resenha: Malícias e Delícias, da Tara Sivec

"– Claire, você já escolheu uma especialização? – Nunca vou ter filhos.
Titulo original: Seduction and Snacks
Autora: Tara Sivec
Ano: 2015
Editora: Valentina
Páginas: 304
Onde encontrar: Amazon
Claire é uma espirituosa jovem de vinte e poucos anos que trabalha num bar (não era esse o plano, mas...) e, muito a contragosto, resolveu ajudar a melhor amiga (uma expert em malícias) a vender brinquedos eróticos bem safadinhos. Na verdade, seu sonho é viver de delícias, ou melhor, abrir uma confeitaria dedicada exclusivamente a doces, cookies e bolos feitos com muuuito chocolate. Quando Carter, um rapaz que conheceu numa festa de faculdade e com quem passou uma única noite (o suficiente para mudar sua vida para sempre!), reaparece na cidade sem demonstrar reconhecê-la, a não ser pelo profundo aroma de chocolate que Claire exala no ar, ela se mostra determinada – aaaai que loucura! – a fazê-lo nunca mais se esquecer dela. Só que existe uma terceira pessoa na relação (divertidíssimo, porém desbocado e inconveniente). Alguém que Carter desconhece e que, das duas uma: ou o obrigará a comprar uma passagem só de ida para o Polo Norte ou o fará o homem mais feliz do mundo!!!
Em Malícias e Delícias, vamos conhecer Claire, uma jovem linda de 20 anos que tinha muitos planos para a sua vida, e um deles era NÃO TER FILHOS. Ela trabalhava antes da faculdade, mas com o sonho de abrir uma confeitaria, e ainda no primeiro semestre tinha decidido perder a virgindade dela, e a festa da faculdade era a chance dela.

Porém, os seus planos de vida, sonhos e a faculdade acabam quando descobre que ficou grávida de um cara que conheceu na festa de faculdade. Quando Claire transou com Carter, os dois estavam bêbados, e no dia seguinte Claire foi embora sem deixar rastro.
“Esperava mais da vida do que servir mesas no Forters Bar & Grill, onde trabalhei durante todo o ensino médio. Queria viajar, trabalhar duro e um dia abrir meu próprio negócio.”
Com a ajuda de Liz (sua melhor amiga) e do seu pai, ela conseguiu criar Gavin, que agora  tem 5 anos de idade. Na época que descobriu a gravidez ela tentou procurar pelo pai do bebê, mas como ela não lembrava o nome dele e nem tinha o telefone dele para ligar.

Assim, com o passar do tempo ela foi criando Gavin sozinha e trabalhando ainda mais para dar tudo de bom pra ele. Mas o que ela não sabia, era que a ideia de Liz, de abrir um sexshop com o nome Malícias e Delícias acabaria atraindo Carter. 
"Quatro anos se passaram depois do parto. Ralei muito, de sol a sol, para guardar alguma grana para meu futuro negócio, ao mesmo tempo que criava meu filho e tentava, a cada dia, não vendê-lo para os ciganos."
Carter é um jovem lindo, inteligente e muito trabalhador, e por incrível que pareça ficou louco pela garota com cheiro de chocolate que dormiu numa festa. Ele não sabia nada dela, pois, no dia seguinte ela fugiu sem deixar nenhum contato. Naquela época Carter procurou por ela, mas teve que parar as buscas porque a empresa transferiu ele pra longe, e ele teve que ir imediatamente.

Por fim, Carter acaba se esquecendo de Claire até entrar numa loja e se deparar com uma garota que tem um cheiro de chocolate. Contudo, ele não reconhece Claire e ela fica magoada, já que a melhor noite da vida dela veio com brinde. Assim, vamos acompanhar Claire lutando para fazer Carter nunca mais esquecer dela.
Malícias e Delícias é uma obra engraçada e vulgar, tudo na mesma medida. Constantemente eu me coloquei no lugar da Claire e passei vergonha o tempo todo, tudo graças a escrita da autora que é envolvente e direta, fazendo o leitor se colocar no lugar de cada personagem sem exceção.

A capa realmente não é nada atraente, mas a obra em si vale muito a pena, compensa cada instante. Não poderia deixar de mencionar os personagens secundários que aparecem em diversos momentos e deixaram a sua marca, em cada cena, e conquistaram meu coração.
Amei o livro, e super recomendo pra você que ama romance, new adult, e claro, alguns palavrões (isso o livro tem pra dar e vender).
Beijoss, e até a próxima!!

Como ser menos consumista, e mais produtiva (leia mais)


Oi oi gente!!

Esse post é bem curto, mas só pra falar um pouco sobre o meu método de ser menos consumista e mais produtiva (lendo os livros encalhados ou estudando). Como todo mundo, sempre acabo comprando mais livros do que preciso e as vezes nem vou ler (já fiz muito isso no passado, agora não mais), porque sempre pensei que um livro na promoção merecia ser comprado e ser lido no futuro.

Isso é completamente errado, já que você acaba comprando e nunca lendo depois. Eu parei de fazer isso esse ano, com um jeito bem simples. Só compro 2 ou 3 livros se ler antes. Só efetuo o pagamento e tudo mais, se ler a mesma quantidade que está no carrinho. Porque de tudo isso? Simples!

Toda vez que você pegar um livro pra ler, com essa intenção de ler pra liberar a lista de não lidos, você vai ficando com a consciência limpa pra comprar mais livros.

Aos poucos você vai percebendo que leu vários livros da sua estante, e ainda poderá comprar sem culpa um lançamento ou um desejado do momento.
Sei que parece um método bestinha no início, mas até o momento meus amigos estão gostando e tendo resultados.

Espero que tenham gostado da dica, e me contém nos comentários se já compraram algum livro com a consciência pesada, de já ter tantos livros não lidos.

Beijoss, e até a próxima!!

Meus desejados para Black Friday (2020)


Oi oi gente!!

Recentemente começou a Book Friday da amazon, porém, como muitos de voces perceberam não teve tantas promoções assim. Além de darem descontos para quem era cliente Amazon Prime, também deram um cupom de 10 reais para clientes novos.

Com esse cupom consegui comprar o meu Box de Harry Potter e alguns livros de Trono de Vidro.  Porém, continuo na saga de comprar meus desejados por um  preço bem em conta, e pra isso uso o site ZOOM para comparar os valores em outras lojas, e ver se o produto já ficou por valores bem menores nos meses anteriores.

Meus desejados são poucos, porque consegui comprar quase todos esse ano. Em algumas promoções e consegui comprar só os que realmente desejava ter na estante. Não quero mais ser consumista e ter milhares de livros que não vou ler nunca.
A magia há muito abandonou Adarlan. Um perverso rei governa, punindo impiedosamente as minorias rebeldesAos 18 anos uma prisioneira está cumprindo sua sentença. Ela é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças, a sentença de morte é iminente, mas a jovem recebe uma proposta inesperada: representar o príncipe em uma competição com lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Mas ela não diz sim apenas para matar, seu foco é obter sua liberdade de volta.Se derrotar os 23 assassinos, ladrões e soldados, será a campeã do rei e estará livre depois de servi-lo por alguns anos.Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, e ela está disposta a tudo.Seu nome é Celaena Sardothien. O príncipe herdeiro vai provocá-la, o capitão da guarda fará tudo para protegê-la. E uma princesa de terras distantes se tornará algo que Celaena jamais pensou ter novamente: uma amiga.Mas algo maligno habita o castelo - e está ali para matar. Quando os demais competidores começam a morrer, um a um e de maneira terrível, Celaena se vê mais uma vez envolvida em uma batalha pela sobrevivência e inicia uma jornada desesperada para desvendar a origem daquele mal antes que ele destrua o mundo dela. E sua única chance de ser livre.No ritmo dos livros de fantasia de Tolkien, o mundo de Celaena é aquele em que a magia é proibida e o poder é arrebatado pela ganância. A narrativa em terceira pessoa permite uma visão frequente de vários personagens (heróis e vilões), mas sem perder o foco da confiante e conflitante protagonista.Eleito um dos melhores livros do ano pela Amazon e best seller do New York Times, o universo de Trono de vidro começou a ganhar forma quando Sarah J. Maas pensou: e se Cinderela fosse uma assassina? E se fosse ao baile não para dançar com o príncipe, mas para matá-lo? Assim nasceu Celaena Sardothien, a heroína que conquistou milhares de leitores por todo o mundo.

Ele estava todo de cinza, com exceção da gravata branca de nó simples. A cor e a pouca luz escureciam seus olhos, fazendo-os brilhar. Novamente, Lucinda teve a sensação inquietante de que ele podia ler seus pensamentos.― Eu plantei as mudas ― disse ele subitamente.― Ah, sim? Ótimo.― E nós fizemos um acordo.Minha nossa.― Sr. Carroway, você não precisa…― Robert ― interrompeu ele.― Robert, então. Fico grata pela oferta, mas, realmente, não é…Devagar, ele estendeu a mão e tocou seu rosto, os dedos roçando em sua pele como se esperasse que ela fosse evaporar.― Eu disse que ajudaria ― murmurou ele ― e é o que farei.Um arrepio desceu pela coluna de Lucinda. Tivesse Robert aceitado as rosas ou não, ela não esperava que voltasse a mencionar o acordo. E não esperava se sentir tão… eufórica com aquele toque.
Evelyn, uma jovem obstinada, promete se vingar de um dos canalhas mais infames de Londres. Mas, quando o cafajeste vira o jogo, quem vai realmente aprender uma lição sobre do que o amor é capaz?
Nas ruas, ele é chamado ironicamente de “Santo”, mas o marquês de St. Aubyn merece sua reputação como o maior canalha de Londres. Evie sabe que deve evitá-lo, mas ela quer ajudar as crianças do orfanato, e ele preside o conselho dos administradores. Quando Santo nega seu pedido para ser voluntária no Coração da Esperança, ela decide que o homem precisa aprender uma lição. Ela só precisa descobrir como resistir aos encantos daquele mulherengo. Para Santo, a ideia de ceder a uma mulher como Evie é impensável. Ele não quer se tornar outro projeto de caridade em suas mãos, mas a moça se recusa a desistir. Que outra opção ele tem a não ser seduzir a dama? Porém, ele não esperava ser seduzido pelo doce coração da mulher. A tentação de passar longas noites nos braços dela poderia provocar o impossível? Será que o mais conhecido cafajeste de Londres poderia mudar?
Esta manhã, Kady pensou que terminar com Ezra seria a coisa mais difícil que ela teria que fazer. Esta tarde, seu planeta foi invadido.
      O ano é 2575, e duas megacorporações rivais estão em guerra por um planeta que é pouco mais do que uma partícula na borda do universo. Agora com o fogo inimigo chovendo sobre eles, Kady e Ezra - que mal falam um com o outro - são forçados a evacuar com um navio de guerra hostil em perseguição.
     Mas seus problemas estão apenas começando. Uma praga estourou e está mudando com resultados terríveis; a IA da frota pode realmente ser seu inimigo; e ninguém no comando dirá o que realmente está acontecendo. Enquanto Kady invade uma teia de dados para encontrar a verdade, fica claro que a única pessoa que pode ajudá-la é o ex-namorado com quem ela jurou nunca mais falar.
      Contado por meio de um fascinante dossiê de documentos hackeados, incluindo e-mails, mapas, arquivos, mensagens instantâneas, relatórios médicos, entrevistas e muito mais, Illuminae é o primeiro livro de uma trilogia de parar o coração sobre vidas interrompidas, o preço da verdade e a coragem de heróis do dia a dia.

Resenha: Os Senhores do Tempo - Viajantes: O Despertar, Por Paulo H. B. Lemos


Oiê queridões, tudo bem com vocês?

Faz um tempinho que não trago resenha pro blog, mas hoje venho pra mudar essa realidade. Trouxe a resenha do primeiro livro da Saga Os Senhores do Tempo, Viajantes - O Despertar, do autor Paulo H. B. Lemos.

Autor: Paulo H. B. Lemos
Páginas: 320
Ano: 2017
Editora: Novo Século (Selo: Talentos da Literatura Brasileira)
Onde encontrar: Skoob | Amazon
Holland tem 16 anos e é obrigada a mudar-se para o Japão por conta de uma proposta de emprego que sua mãe recebeu das Indústrias Sotawa. No seu primeiro dia na escola nova, conhece três pessoas que irão mudar sua vida. Junko, uma garota que não se encaixa nos padrões das meninas de sua idade, vê em Holland a chance de ter uma amiga e descobre ter talentos para a bruxaria. Kaya, um garoto que a todo custo busca vingança pela morte dos pais e honra para o clã dos Caçadores do Tempo, que secretamente buscam o poder da Deusa do Tempo – liderados por Masashi Sotawa, avô de Kaya. E Seiji, um estudante do terceiro ano que é membro do clã conhecido como Viajantes do Tempo, que procura há séculos a Deusa do Tempo para protegê-la dos Caçadores. De algum modo, todos estão interligados, e não demoram a descobrir o porquê.
Holland possui uma vida normal, até que sua mãe consegue uma promoção e as duas precisam se mudar para o Japão. Mas isso já é "normal" para a garota. Sua vida muda de cabeça para baixo quando ela descobre possuir os dons de viajar no tempo, ou seja, que ela possui poderes de conseguir viajar para qualquer parte do tempo.

Por mais que nossa protagonista seja Holland, acabamos acompanhando também três outros personagens, sendo eles: Junko, Seiji e Kaya. Os quatro tiveram algum acontecimento no passado que os afetaram de uma maneira impactante. E o mais legal é a ligação entre eles, nada menos que o Tempo.

A narrativa é intercalada entre os quatro personagens que acabam acompanhando a principal Holland. O que me fez inicialmente ficar com um pé atrás, pois ler a história na visão de quatro personagem me dei uma sensação estranha. Mas confesso que o autor conseguiu desenvolver muito bem a parte narrativa do livro e deixou tudo claro a medida que o enredo avança.

O que me fez gostar mais ainda desse livro foi a fluidez da leitura, a cada capítulo acompanhamos as aventuras e acontecimentos marcantes na vida dos personagens. E além de tudo, gostei da forma como a questão de Viagem no Tempo foi abordada, confesso que esse foi um dos primeiros livros que li com essa temática, mas confesso que não fiquei em nenhum momento confuso com a história.

Além de aventura e viagens no tempo, o autor trata em seu livro de abordar temas históricos e mitológicos, já que o mesmo é fascinado por esses assuntos. O melhor é os ganchos que o autor deixa para o segundo livro da saga, pois um livro sem um gancho para a continuação não poderia faltar né haha.

Então de forma geral eu adorei a leitura de O Viajantes - O Despertar e recomendo para os amantes de fantasia e viagem no tempo.
Beijoss, e até a proxima!


O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h. Aqui você vai encontrar de tudo um pouco.

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.