Enjoy Books

Tudo sobre livros, séries e estudos.

Entrevista com Helena Vieira

Foto: Capitulo Treze

Oi oi
 gente,

A entrevista de hoje é com a autora Helena Vieira. Ela tem 3 livos na Amazon e os três são romances maravilhosos. Vou por a sinopse de cada um deles antes de começar a entrevista.

 A Louca Problemática do Nosso Destino (Amores em Melbourne Livro 1)

Cassandra e Victor se conheceram através de seus amigos. De um encontro duplo que não deu muito certo, passando por muitas provocações e flertes, nasce uma grande amizade entre os dois. Até que essa amizade evolui para algo a mais...
Anos depois, com sentimentos confusos, verdades não-ditas e segredos escondidos, o que será que o destino reserva para os dois?



➳    O que te inspirou a escrever os seus livros " A Louca Problemática do Nosso Destino"? 
Essa história surgiu na época que eu estava morando em Melbourne (propositalmente a cidade onde ela se passa) por conta do Ciência Sem Fronteiras, lá por volta de 2014. Até então eu só me aventurava nas fanfics inspiradas em Supernatural e quis fazer algo diferente. O nome era outro e a cidade ambiente também, mas decidi mudar para Melbourne como uma forma até de me fazer relembrar de alguns momentos que passei por lá.


➳   Fala um pouco da sua outra obra "Tradução, Fotografia, Amor..."?
Essa nasceu aos poucos. Eu queria escrever algum conto inspirado no Natal, mas não tinha a menor ideia por onde começar. Eis que me lembrei de uma promessa que havia feito para uma amiga, de escrever uma história estrelada por ela e o Logan de Gilmore Girls (eu supus que era o personagem em si e não o ator). Juntei o útil com o agradável e assim nasceu.

➳    E o que te fez seguir com a carreira de escritora?
Não sei bem dizer.. nem sabia que sabia escrever até começar a ter ideias lááá da minha primeira fanfic. Desde então, ainda tive que superar a barreira da ansiedade, vergonha e insegurança. Ultimamente, eu penso que escrevo mesmo só para as histórias não ficarem presas somente na minha cabeça.

➳    Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?
Com certeza a publicação. Mesmo quando publicava no Wattpad, ainda batia aquela velho medo de todo mundo odiar tudo e eu ser péssima nesse lance de escrita.

➳    Qual das suas obras deu mais trabalho para concluir?
Cada uma deu um pouco ao seu modo. Na metade de A Louca Problemática do Nosso Destino, eu tive um baita bloqueio criativo causado pelo rumo que a história estava tomando; foram uns dois meses até realmente eu chegar num ponto que me agradasse. Já em Tradução, Fotografia, Amor...  foi escrever em terceira pessoa e ainda passar os sentimentos dos personagens.

➳   Quais são os seus próximos projetos?  
Boatos que ainda virão algumas histórias meio que spin-off de  A Louca Problemática do Nosso Destino, com alguns personagens que me conquistaram sem querer e demandam suas histórias. Fora isso, tem uma outra que já tem título e se passará em uma cidade fictícia brasileira, Amores entre Flores e Livros

➳   O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?
Amo ler fantasias e romances de época. Ultimamente estou tentando dar uma mudada nos gêneros mas acabo sempre voltado.
Não vou indicar muito livros, mas com certeza indico os trabalhos das autoras Leigh Bardugo, Marie Lu, Lisa Kleypas e Tessa Dare

➳   Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?
Hmm... pensando aqui, acho que os capítulos finais. Quase sempre eu já sei como pode terminar a história e torço de todas as formas para que tudo que seja escrito leve a esse desejo. 

➳   Como é ser blogueira literária e uma leitora voraz? Fala um pouco do seu blog pra gente!
O Balaio de Babados surgiu depois de um encontro de blogueiros que fui aqui na minha cidade (São Luís - Maranhão) e me vi querendo ter um para chamar de meu. Nunca quis que ficasse somente focado em livros, apesar de ser o principal assunto; por isso sempre tento trazer dicas de séries, filmes e música (amo/sou/respiro música)
  
➳   Quem você admira no mundo literário?
No mundo literário internacional, admiro bastante a Leigh Bardugo e Marie Lu, pois suas histórias sempre parecem que vão para um caminho, mas mudam de rota e você fica mais vidrado.
Já no nacional, minha musa inspiradora é a Sinéia Rangel. Eu me sinto honrada em considerar ela uma grande amiga e acho que sem o apoio e uns puxões de orelha que ela me deu, nunca teria dado esse passo na escrita.

➳   Muito obrigada pela entrevista, e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.
Para quem já leu, espero que tenha curtido e se divertido. Se ofendi de alguma forma, me perdoem porque não foi a intenção. Para quem deseja ler, fique só no desejo e corre lá na Amazon, onde todos estão disponíveis, inclusive no Unlimited.


Espero que tenham gostado, e me contem nos comentários se já leram algo da Helena. Em breve eu trago a resenha do primeiro livro que li dela.

Beijoss, e até a próxima!!

Comentários

  1. Pense numa autora que respeito e amo e todo dia tenho um motivo novo para amar e respeitar. Adorei a entrevista, perguntas pertinentes e respostas elegantes <3

    Jaci/Pandora

    ResponderExcluir

Postar um comentário