Entrevista com Luísa Aranha


A Luísa Aranha é blogueira, jornalista e escritora. Ela publicou três livros na Amazon: Amar só se ama uma vez..., Noites de Verão: Contos e Crônicas do blog Causos & Prosas e Sexo Virtual, Amor Real. 
Bom, através do livro Sexo Virtual, Amor Real ela está concorrendo ao prêmio Kindle. 

Eu tentei resumi um pouco sobre a autora para vocês conhecerem ela através da entrevista. 

O que te inspirou a escrever o seu livro "Sexo Virtual, Amor Real"? 

Sexo Virtual, Amor Real foi inspirado em histórias reais de amigas que conheceram seus parceiros pela internet. Tenho mais de uma amiga que se apaixonou por alguém virtual e que depois trouxe para a vida real e que tem vergonha de contar isso. Sabe aquela clássica pergunta "e aí, como vocês se conheceram?" Nem todo mundo responde com um lindo conto de fadas, mas quem conhece o parceiro pela internet parece ter vergonha. Uma coisa tão comum mas que parece é errado. E não existe nada de errado nos dias de hoje, onde passamos muito tempo conectados, conhecer alguém dessa forma. 

E o que te fez seguir com a carreira de escritora? 

Desde pequena eu sempre gostei de escrever. Minha aula preferida era de português e quando todo mundo reclamava de ter que fazer redação eu adorava.  Desde os dez anos eu escrevia em diários e agendas, pensamentos, sentimentos e minha rotina. Então, numa escolha obvia do mundo tradicional, optei pela  faculdade de jornalismo pra seguir. Mas escrever só fatos não me satisfazia. Em 2009 comecei o blog Causos & Prosas, participei de concursos literários e ganhei alguns e lancei meu primeiro romance em 2010. Amar só se ama uma vez... pelo clube de autores.  Depois disso, abandonei a literatura e me voltei totalmente para o jornalismo pra ter grana, carro, casa, e essas coisas de gente grande. Esse ano, depois de muito estresse profissional, resolvi jogar tudo pro alto e voltar ao que eu realmente gosto: transformar sentimentos em palavras...

O seu livro relata um romance pouco aceito pela sociedade. Você acredita que suas histórias podem ajudar a sociedade a ampliar horizontes sobre isso?

Acredito que todo escritor tem o desejo de mudar o mundo. Eu pelo menos tenho. Vejo o mundo tão doente com tantos preconceitos e maldades, que se eu posso colocar isso de alguma forma em um livro para que as pessoas reflitam eu farei.  Sexo Virtual, Amor Real além de falar de encontros virtuais, também mexe com temas como suicídio e perda de entes queridos. É pras pessoas refletirem, enxergarem além da casca e se aceitarem. 

O que você acha sobre essa nova ligação "literatura VS internet"? Com os blogs literários, resenhas, booktubers, qual é a importância para a literatura?

Eu ainda estou aprendendo a lidar com ela. Não é muito fácil. Vejo que as pessoas, de uma forma geral, tem seus egos muito inflados e não dão atenção ao próximo. Felizmente tenho encontrado muita gente bacana nesse caminho que mostram querer mudar as coisas. Os blogs literários, booktubers, canais e etc mudam um pouco a forma da propaganda e balançam estruturas que estão impostas há anos no mercado. Isso é um lado muito positivo, principalmente para novos autores e para os leitores. 

Quais são os seus próximos projetos?

Estou terminando  um livro novo agora, "Todas as bocas que beijei (ou sonhei)". Que narra a trajetória de uma mulher desde a sua primeira paixão aos dez anos de idade até os dias atuais. Porque ainda temos muito preconceito na sociedade sobre a sexualidade feminina e o que é "normal"e o que é ser "galinha", então precisamos falar disso também! 

E tenho mais alguns projetos em mente. Alguns ainda só no campo das ideias, como a história de uma comissária de bordo que tem medo de voar, duas amigas de doze anos que estão crescendo e se descobrindo, uma mulher que sofre um acidente e vê sua vida toda mudar... Ideias! 

Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens? 

Nas pessoas reais. A gente tem tantas histórias boas acontecendo a nossa volta e tantas histórias que devem ser contadas que eu acredito que o melhor material está aqui... Basta olhar pro lado e observar, basta escutar com atenção e sentir o que os outros sentem. 

Como autora, é mais difícil começar uma história ou finaliza-la?

Pra mim é começar... tenho uma mania terrível de procrastinar. Fico imaginando e desenhando a história na minha cabeça por muito tempo... enrolando o momento de começar. Depois que eu começo ai só vai. Normalmente terminar é fácil!

Quem você admira no mundo literário?

Gabriel Garcia Marquez... Seus Cem anos de solidão abriram as portas da alma para mim.  Sua sutiliza e ao mesmo tempo força me deixam extasiada.  Também sou obrigada a citar Marcelo Rubens Paiva pelo livro "Feliz ano velho", um ato de coragem que me ensinou que as boas histórias estão em nossas vidas. 

Como você administra a sua rotina com o Trabalho?

Eu estaria mentindo se eu dissesse que tenho uma rotina organizada... Eu tento, mas ela não é bem uma rotina. Hoje a gente não pode só escrever, então  procuro sempre dar uma olhada nas redes sociais, participar, compartilhar conteúdos e estudar o que anda sendo falado, responder e-mails, mensagens e dar uma atenção pro pessoal que comentar na fapage. Só depois disso começo a escrever. Tem dias que escrevo pouco. Em outros não consigo desligar... vária muito de acordo com o que estou escrevendo. 

Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.

Eu acredito que tudo que a gente manda pro universo volta pra gente em dobro. Por isso tento mandar sentimentos bons através da minha escrita. Sejam emoções, risadas ou lágrimas.  E se uma pessoa me disser que consegui lhe tirar um sorriso num dia triste, pra mim a vida já valeu a pena!




Páginas: 131 páginas  |  Formato: eBook Kindle  | Ano: 2016  |

Quando Marina entrou numa sala de bate papo qualquer naquela noite ela só queria dar o troco no namorado. O que ela não esperava era que quem teclava do outro lado fosse Leonardo e que todo o seu passado viria como um caminhão desgovernado, mais uma vez, atropelando sua vida e abrindo de novo as feridas que ela achava que estavam cicatrizadas.
Aquela conversa a fez acordar de um coma que ela mesma induzia para não sentir toda a dor que trazia consigo. Foi aquele bate papo que fez renascer nela a vontade de viver, de existir e de superar. Mas ela era confusa demais e reviver tudo que tanto doía podia ser a melhor forma de destruir sua vida para sempre.
Leonardo, Leco, Leo... Seriam a mesma pessoa? Esse nome tão familiar que havia partido cedo demais de sua vida agora retornava através de conversas sexys e profundas pela tela do celular. Não eram a mesma pessoa. Mas ela queria tanto que fosse. 
Havia distância, segredos e mentiras em todas as conversas. Haviam sentimentos confusos, intensidade e vontades. Seria paixão? Uma nova chance pra ela? Será que um encontro virtual poderia se tornar real? E se essa história vai terminar no mundo virtual ou no real só abrindo o livro para saber... 

Onde Encontrar: Wattpad   |  Amazon  |   Blog    |   Facebook  

Por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado da autora. Para saber mais, eu vou deixar o link das redes sociais dela.

Twitter  |    Facebook   |     Todos os Livros Publicados pela autora 

TAG: 7 Pecados Literários


Hey Guys, 
Prontos para mais uma Tag incrível? ♥

Desta vez eu fui indicada pela Micaela do Lendo com Ela, para responder a essa tag dos 7 Pecados. Vou responder igualzinho a ela, começando do último pecado para o primeiro (Ordem Decrescente).


7 - Inveja: Qual livro você gostaria de receber de presente ?
Nossa qualquer livro que eu receber já vou agradecer. Não sou aquela pessoa que recebo muitos presentes ou ganha sorteios (apesar de ter ganhado todos os livros da Rainbow Rowell).

6 - Luxúria: Que atributos você acha mais atraentes em personagens femininos e masculinos ?
Coragem e persistência. Muitos dos personagens que gosto tem esses atributos, e isso me faz gostar e admira-los.

5 - Vaidade: Qual livro você leria apenas pela capa?

Sim, The Kiss of Deception eu comprei o livro apenas pela capa, e vou terminar de ler apenas em Novembro. 

P.S e consegui. Esse post foi respondido alguns meses atrás e nesse mês eu terminei o livro (estou tão feliz).

4 - Preguiça: Qual livro você tem negligenciado devido a preguiça ?
Fangirl da autora Rainbow Rowell. Ganhei de um sorteio os livros da autora, mas ainda não li nenhum.  

3 - Gula: Qual livro você devorou sem vergonha alguma ?
Ink Me da autora parceira Ivanka. Estou lendo ele no momento, e só parei para postar essa tag.

2 - Ira: Com qual autor você tem uma relação de amor/ódio ?
J.K. Rowling. Eu gosto dos livros da série HP mas não curti ler Morte Súbita.


1 - Avareza: Qual o seu livro mais caro e o mais barato ?
O mais caro é A Esperança da Suzanne Collins, eu paguei R$ 40,00 por ele, e me arrependo pois encontrei o Box por R$ 35,00. 
O livro mais barato foi Paris for One da autora Jojo Moyes, eu paguei apenas R$ 6,70 por ele.

  Marcarei alguns blogs e espero que façam a tag! Beijão!

Resenha: Depois daquela montanha de Charles Martin


Autor: Charles Martin   |    Páginas: 304 |  Ano: 2016  |   Editora: Arqueiro |  Skoob


O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.
O livro conta a história do Dr. Ben Payne. Ele é um médico, e está voltando para casa depois de uma semana de trabalho. E Ashley é colunista e está voltando para casa por causa dos preparativos do seu casamento. Ela já está com tudo programado: Salão, Amigas e Vestido. A única coisa que falta é chegar em casa...
Os dois estão no Aeroporto de Salt Lake City, que fica em um lugar remoto cercado por montanhas. Porém, por causa do tempo os seus voos foram adiados para o outro dia. Ben não queria esperar e foi a um a agencia de aviões particulares e conseguiu um. Como ele conheceu Ashley e viu que era uma boa moça e estava com mais pressa de chegar em casa, chamou ela para ir com ele. Ashley fica com receio de ir, pois acabou de conhece-lo. Mas como está com pressa acaba aceitando. 
Antes de entrar no avião a esposa de Ben manda um recado, que no decorrer da leitura você descobre que eles brigaram. 
O avião parte com nossos protagonistas, os dois pilotos Gayle, Grover e Napoleão o cachorro de um dos pilotos. 
A última coisa que me lembro é que houve um rodopio, uma cambalhota, e a cauda se quebrou. Em seguida, ouvi um estalido alto, Ashley gritou, o cachorro latiu e foi lançado fora da aeronave. [...]

Bom, como vocês já sabem o avião cai. Ao acordar Ben tenta entender o que aconteceu. Por causa da queda ele teve uma rápida perda de memória. Ao lembrar ele se preocupa em achar Ashley e os outros. Ele se lembra do piloto (está na sinopse) que infelizmente está morto, e encontra Ashley que está toda ferida, e pior está com a perna quebrada.

Enquanto Ashley está ferida Ben está procurando ajudá-la sempre. Um ajuda o outro. Mas enquanto o tempo passa, ele fica pensando sobre o seu relacionamento com Rachel, sua esposa. 
A última imagem que me lembro de ter visto foi a do borrão verde avançando lentamente pelo brilho azulado do GPS montando no painel de controle.
A história é bem simples. Mas com bastante intensidade. O autor fez um bom trabalho em relatar fatos. O livro também tem algumas partes engraçada da parte de Ashley. Uma lição de vida que te faz pensar em tudo.

O livro é narrado em primeira pessoa, do ponto de vista do Dr. Ben. A diagramação é perfeita, não encontrei nenhum erro de ortografia ou na impressão. A editora fez uma capa bem simples (diferente das obras publicadas), o que me deixou curiosa. Achei que a história poderia ser normal, mas não é nem de longe. A história parece ter sido baseada em fatos reais, pois as características que o autor fez e o ambiente é bem real, sério eu fiquei imersa na escrita dele. O que ajudou bastante na leitura.

E para quem gostou do livro ou ainda está com dúvidas, saiba que ele será adaptado para as telonas. Ele chegará aos cinemas em 2017, com Kate Winslet (de Titanic) e Idris Elba (De Mandela) escalados para os papéis principais de uma história que vai reafirmar sua crença na vida e no poder do amor. Bom, tem a Kate que nos fez chorar em Titanic, então já da para ter uma noção de como vai ser o filme (preparem os lencinhos).

Então foi isso pessoal, espero que gostem do livro. E se já leram me contém nos comentários.

Dicas de Séries + suas curiosidades


Foto: Meninices da Vida
Oi oi queridos, me diz quem não é viciado em séries?
Assim, eu assisto e já assisti tantas que até perdi a conta. Mas tem um post, que fiz a muuuito tempo, que eu listei as minhas séries favoritas. (Link)
Recentemente eu estava olhando os meus post antigos (Quem nunca) e percebi que faz uns 4 meses que não falo sobre as séries. E que pra falar a verdade algumas chegaram com tudo esse ano. 

Então resolvi fazer um post hoje falando um pouco das últimas que assisti, sejam boas ou não. Espero que gostem!
Barry Allen aparece na série Arrow, antes de se transformar em o Flash, como o policial forense que está investigando um crime. Ele aparece na série como uma apresentação do personagem para a familiarização com o público. 

The Flash
Quem não assistiu tem que assistir. A série é engraçada, chegar a irritar as vezes que Barry vai para o passado para ajeitar a besteiras que faz. A série é ótima para quem gosta de uma ação e de um pouco de fantasia. Barry Allen (Grant Gustin) era um funcionário da Polícia Científica que, ao sofrer um acidente, foi banhado por produtos químicos em seu laboratório e, em seguida, atingido por um raio. Foi a partir disso que ele começou a ser capaz de canalizar os poderes vindos do "Campo de Velocidade", e se locomover em altíssimas velocidades. Usando uma máscara e um uniforme vermelho, ele começa a usar suas habilidades para patrulhar Central City com a ajuda dos cientistas da S.T.A.R. Labs, e detém vilões ao mesmo tempo em que procura descobrir quem foi o assassino de sua mãe. 
Os atores Zach Roerig, Michael Trevino e Paul Wesley fizeram teste para interpretar Damon antes de entregar-se aos seus respectivos papéis. Ou seja todos querem ser o Damon.


The Vampire Diaries

Essa série é para quem adora vampiros. Tem um fundo de drama, com bastante fantasia. Eu gosto tanto de TVD que coloquei o nome do meu cachorro de Mason (na verdade foi por causa de Academia de Vampiros, mas isso não vem ao caso.). Bom, a série foi baseada nos livros Diários de um Vampiro, e a autora procurou muito até encontrar os personagens perfeitos para montar a trama. A cidade fictícia de Mystic Falls, na Virgina, é assombrada por criaturas sobrenaturais. Damon (Ian Somerhalder) e Stefan Salvatore (Paul Wesley) são irmãos que ganharam a condição de vampiro e desde então procuram manter sua imortalidade em segredo. Ao mesmo tempo, buscam resistir à vontade de atacar seres humanos. Ambos conhecem Elena Gilbert (Nina Dobrev), uma linda e popular estudante, e logo se atraem por ela. No entanto, a jovem corresponde apenas um dos interessados, e estes iniciam uma disputa por sua alma.
O personagem Chuck é geralmente visto usando tênis Converse Chuck Taylors, normalmente chamados simplesmente de "chucks".


Chuck


Eu não me lembro quando comecei a assistir Chuck, mas creio que faz muito tempo. A série foi criada para quem ama espionagem e curti uma boa comedia. A série fala de um cara chamado Chuck Bartowski (Zachary Levi) é um nerd "gênio da informática" que tem um emprego monótono na fictícia rede Buy More. Sua rotina vira de ponta à cabeça quando um amigo, que trabalha na CIA, envia para Chuck um misterioso e-mail e, agora, as maiores informações secretas do mundo estão em seu cérebro. Sem querer, ele se tornou a maior arma do governo, e o destino do país e do mundo estão em suas mãos. Para que ele fique seguro, a CIA e a NSA enviam dois agentes secretos que precisam ficar o tempo todo junto a Chuck para mantê-lo vivo. Sarah Walker (Yvonne Strahovski) finge que é sua namorada para poder ficar perto dele e, ao mesmo tempo, ele tenta manter o seu segredo escondido dos amigos e da irmã. 
Em uma edição da Comic Con, foi revelado que os atuais descendentes dos Irmãos Grimm moram em Portland. Os produtores descobriram essa informação por um membro da audiência do evento.


Griim

Eu gosto adoro dessa série. É a melhor para os fãs de mitologia, fantasia e quem adora uma investigação policial. Nick Burkhardt (David Giuntoli) é um detetive de homicídios que recebe novas responsabilidades após descobrir que é descendente de Grimm, uma sociedade secreta. O seu principal objetivo é conseguir encontrar um ponto de equilíbrio entre a vida real e a mitologia. A nova rotina traz desafios e perigos, sobretudo à noiva de Nick, Juliette Silverton (Bitsie Tulloch), e ao colega de trabalho, Hank Griffin (Russell Hornsby). 


As referências aos anos 80 começam na abertura, inspirada no trabalho de Richard Greenberg, criador de diversas aberturas icônicas como Alien, Superman, Os Goonies e Viagens Alucinantes).


Stranger Things
Não tem como não falar sobre Stranger Thigns. Essa série foi é uma das mais vistas do momentom. Tudo isso, por causa do misterio que os autores da obra fazem. Ambientada em Montauk, Long Island, conta a história de um garoto que desaparece misteriosamente. Enquanto a polícia, a família e os amigos procuram respostas, eles acabam mergulhando em um extraordinário mistério, envolvendo um experimento secreto do governo, forças sobrenaturais e uma garotinha muito, muito estranha.


E foi assim que me viciei em Netflix. Por hoje é só, caso vocês queiram eu posso fazer uma parte II. Falando das séries e de suas curiosidades. Eu assisto muitas séries entaão...


Imagens: Retiradas do Google.
Curiosidades: Site Adoro Cinema.

Resenha Fazendo meu filme da Paula Pimenta



 Titulo:   Fazendo meu filme 1  |     Editora: Gutenberg    |     Autora:  Paula Pimenta|     Páginas: 336

O livro é narrado em 1° pessoa pela Fani, a personagem principal. Fani é uma adolescente de 16 anos, mineira , que, durante todo o livro, conta sobre seu cotidiano, sua timidez, seu contato com sua família, os momentos com seus amigos, sua paixão por Marcos, seu próprio professor de Biologia. O livro tem algo a mais, pois conta a vida de uma simples garota brasileira, que é apaixonada por filmes, avalia todos filmes que assistiu por estrelinhas, vive indo ao cinema. Tem muitos amigos, a Gaby, a Natalia, a Priscila, o Rodrigo, o Alan, o Léo…

É tão estranho como uma pessoa fica diferente aos nossos olhos quando o sentimento da gente muda. Eu já vi o Leo milhões de vezes, mas de repente ele ficou muito mais bonito! É certo que eu sempre o achei uma gracinha, o sorriso dele é um dos mais charmosos que eu já vi, mas de uma hora pra outra parece que ele ficou iluminado.
O que achei interessante, em primeiro lugar nesse livro, é que a autora usa muito o fato da Fani ser apaixonada por filmes, a autora introduz, antes de cada capítulo, uma frase de algum filme que tenha algum ‘’spoiler’’ do que vai acontecer, várias vezes, ao ler a frase, já consegui adivinhar o que vinha adiante… O livro também conta com E-mails que Fani troca com seus amigos e também possui os telefonemas que ela realiza, além de testes, listas, fichas, bilhetinhos..

A mãe de Fani quer o melhor para sua filha, neste livro e nos outros, pude perceber que ela é do tipo que quer que a filha se destaque para poder contar para suas amigas, então convence Fani a realizar uma prova de intercâmbio, e Fani faz sem esperança alguma, ela não queria passar, mas leva uma surpresa e tanto quando se depara com o resultado da prova : ela passou em 1°, e irá para Inglaterra passar um ano , o que muda tudo.


“Sempre achei que os melhores filmes são aqueles que terminam e deixar no ar os futuros acontecimentos, para que possamos inventar por nós mesmos a continuação. Minha vida é assim. Não sei como serão meus próximos capítulos, mas posso imaginá-los e tentar vivê-los o mais fielmente possível ao roteiro que eu mesma vou criar.”
Fani terá que deixar seus amigos,sua família, seus filmes e ir para o exterior, onde não conhece ninguém e terá que morar com outra família,  mas alguns imprevistos acontecem, Fani vai viajar, sabendo que deixou um grande amor para trás, um amor correspondido, e não estou falando de seu professor de biologia…

Paula Pimenta é uma das minhas escritoras favoritas, com escrita envolvente e que pode conquistar todas jovens e criar o gosto pela literatura em qualquer um, minha história em ler compulsivamente começou com esta série, que eu vou sempre estar relendo e indicando a todos. 


“Pode desligar, você pode fugir de mim, mas acho que já passou da hora de você parar de fugir dos seus sentimentos... admita de uma vez por todas que está com ciúmes do Leo!”
Indico para todas as idades, se você quer ler uma série apaixonante, te indico essa. Aliás, a história continua em ‘’Fazendo meu filme 2- ‘’ onde Fani nos conta suas aventuras na Inglaterra, e também tem ‘’Fazendo meu filme 3’’ onde acompanhamos as mudanças que ocorreram após sua viagem e termina em ‘’Fazendo meu filme 4’’ um ótima final para o casal, OPS, sem spoilers, para a Fani



Resenha: A Grande Peça de Tadeu Rodrigeus

O Teatro Esplendor havia sido o principal palco da maioria de seus roteiros de sucessos. Com aquele drama não seria diferente.

Ano: 2015    |    Titulo: A Grande Peça    |     Editora: Penalux    |     Autor: Tadeu Rodrigues    |     Páginas: 241   |  Onde encontrar: Skoob  
A vida é um grande espetáculo. Esteja ela presa no cotidiano, esteja ela envolta em fama e sucesso.Quando a arte encontra barreiras no amor. Um dramaturgo e uma velha dançarina unidos por um roteiro. Prepare-se para se surpreender com esse romance vivido em um palco teatral e nos becos escuros da grande cidade.Uma bela história de reconciliação, amizade e lealdade.

Um jovem chamado Pedro de Carvalho, que começou a estudar dramaturgia e se arriscar a fazer textos aos 17 anos. Aos 27 anos já estava fazendo peças para teatro e se tornou um dramaturgo de grande sucesso. A sua vida estava no auge, era famoso tinha dinheiro e para completar precisava de um grande amor. Após algumas visitas ao teatro, ele conhece uma dançarina chamada Maria. 
Linda e sorridente, fiel e companheira, educada e sincera. A mulher que muitos procuram a vida toda. Era dançarina na escola Polaca e sempre fazia bicos em musicais. Pedro praticamente fazia parte de sua família. Possuía, inclusive, um bom relacionamento com a sua mãe.



Eles resolvem morar juntos com a mãe de Maria, Sandra. Maria não confia muito na mãe, pois ela se relaciona com homens muito fácil. Um dia, Maria chega mais cedo dos ensaios e se depara com uma cena que abala seu emocional. Foge e nunca mas apareceu. Pedro se isolou, parou de escrever e foi para São Paulo. Lá ele fez aulas de jardinagem e conheceu o seu melhor amigo André.

André é um ótimo amigo, e percebe o amigo meio isolado. Ele pergunta o que aconteceu com Pedro no passado para ele sair da cidade e vir para São Paulo, trabalhar de jardinagem.
- Teatro? Peças? 
- É. Eu escrevia peças teatrais, André. Era um dramaturgo. 
- Tive fama, dinheiro e muito sucesso. [...] Mas o que me importava de verdade era Maria. 
Após descobrir tudo André convence seu amigo a voltar a escrever. E relatar tudo o que aconteceu naquela tarde. Para esclarecer a Maria que tudo não passou de um mal entendido.
O plano era simples: escrever a peça dizendo tudo, mas tudo mesmo que havia acontecido entre eles. Depois de pronto, tentar lançar a peça. Teria que ser um sucesso para que chegasse aos quatros cantos do país, de modo que Maria, não importando onde estivesse, pudesse ver a peça e ouvir o que Pedro tinha a dizer. 
O livro foi divido em três partes. Começamos conhecendo Pedro e como ele está hoje, na segundo parte vamos descobrir como ele e Maria se conheceram. É na segunda que descobrimos o porque deles terem terminado. E na terceira é onde vemos a peça se desenvolver e criar vida.

Quando finalmente, tudo é revelado na história é impossível não ficar surpreso. O mistério todo que envolve o teatro é muito bom. Com a ajuda de André, aos poucos Pedro constrói a história que vai revelar tudo a Maria. O autor criou um desfecho surpreendente e que quando descobrimos. Por todo burburinho que causou, esperava um final sem graça, apenas um normal. Mas o autor causou no final que foi realmente bombástico e devastador o que por incrível que pareça, me surpreendeu. Sem dúvidas foi algo que eu jamais imaginaria, me impactou de uma forma inesperada. Ademais, teve algumas dúvidas que surgiram e achei que ficaram sem resposta.

A narrativa é leve e descontraída, mas o drama do casal (que beira a um filme) tornou a leitura mais instigante.

Super recomendo o livro, e acho que todos deveriam ler. O leitor encontrará uma história de amizade, reconciliação e cumplicidade. Caminhos tortos, conflituosos e densos invadirão sua jornada literária. A Grande Peça mostra que a vida é um grande espetáculo, esteja ela presa no cotidiano, esteja ela envolta em fama e sucesso.
Livro cedido pela editora.

Entevista com Larissa Barros Leal


Larissa Barros Leal autora do livro Érica, que recentemente foi resenhado aqui no Blog (Link). O seu livro teve duas edições, e está prevista uma terceira edição para este ano. A autora nasceu em Fortaleza. É estudante de Medicina. Desde criança, demonstrou grande interesse pela Literatura, e aos dez anos esboçou seu primeiro livro. Participou de diversas coletâneas de contos. Aos catorze anos começou a escrever Érica (publicado também no México, como mostra a foto), agora em sua segunda e terceira edição por esta editora Novo Século.

Érica (15 anos) tinha uma vida normal em Fortaleza até a manhã em que seus pais foram mortos no lugar dela. Após descobrir que foi incluída na lista negra da ordem das doze tribos de Israel (ODTI), recebe um convite para se tornar uma agente da Europol, que luta com todas as suas forças para impedir que fundamentalistas exterminem a humanidade. Enquanto isso, em Moscou, dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos e lidam com a revelação de um segredo que envolve uma das vítimas. No Cairo, uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha arquitetada pela ODTI para submetê-la às suas decisões. Em Washington, sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais. Em Pequim, um filho procura o pai, há meses desaparecido... Todas essas histórias se conectam. As tensões não se dão apenas entre povos e religiões, mas também entre pais e filhos, amigos, casais. Conseguirá Érica salvar a todos da destruição cada vez mais próxima?

ONDE ENCONTRAR O LIVRO:
 Saraiva    ♥️    Submarino     ♥️    Editora Novo Século    ♥️  Skoob

Bom, agora que vocês já conheceram o lado profissional da Larissa, vamos agora conhecer como ela conseguiu organizar sua rotina de estudante com a carreira. 

1 - O que te inspirou a escrever o seu livro "Érica"? 
 Foi depois de ver o filme SALT. A partir daí, as ideias vieram de vários cantos (e, às vezes, de canto nenhum).

2 - E o que te fez seguir com a carreira de escritora? 
A necessidade de escrever e de contar histórias. E de compartilhá-las com o mundo. É uma necessidade mito profunda mesmo, que me enlouquece se eu ignorá-la. Digo isso porque os períodos mais difíceis da faculdade são so que passo sem escrever nada. 

3 - Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento? Foi difícil encontrar uma editora?

Não foi encontrar uma editora (encontrei a Novo Século e sua linha de nacionais no Google, e eles são muito receptivos), mas sim lidar com a burocracia da mesma. Eles fazem um ótimo trabalho, não tenho do que reclamar, mas isso não faz o processo mais fácil. Também aprender a lidar com leitores e parceiros foi muito difícil, porque nunca tive quem me guiasse nisso. Como se portar? O que aceitar, o que recusar? Existem regras? Aprendi na marra mesmo.

4 - Quais são os seus próximos projetos? Você falou recentemente no instagram que o segundo livro já está pronto, fale um pouco sobre ele.
Acho que você confundiu. É apenas a segunda edição de ÉRICA. Igualzinha às edições anteriores. Nunca falei de próximos projetos no instagram, apenas em entrevistas. Até tenho um livro em andamento, mas não tenho previsão de término.

5 - Como você lida com os elogios/criticas dos leitores?

Fui muuuuito mais elogiada do que ousei imaginar um dia! Já chorei lendo resenhas, sem brincadeira! Críticas construtivas são muito bem vindas, e tento sempre incorporá-las para não repetir os mesmos erros no futuro. Elas quase semrpe são as mesmas, então fica bem fácil de lembrá-las!

6 - O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?
Olha, confesso que antes eu responderia "de quase tudo, menos romance açucarado e erótico", mas ultimamente percebo que meu gosto está ficando cada vez mais seletivo. Esse ano abandonei mais livros do que em toda a minha vida antes! Ainda não tenho uma noção exata do que meu gosto é agora... Gosto muito de suspense, mistério, ficção especulativa (fantasia, sci-fi, essas coisas). Sempre indico Harlan Coben a quem gostou de ÉRICA, porque foi o autor que mais li enquanto escrevia a história, então acredito que os leitores vão encontrar algo familiar. Algumas pessoas já me compararam a Dan Brown, mas não indico muito! Não porque eu não goste (isso varia de livro para livro dele), mas porque não acho nada a ver hahaha. A estrutura dos livros dele me lembra muito jogos de fases (Inferno só faltou ter XP para parecer um video game), e tenho 99% de certeza de que não foi assim que estruturei o meu!

7 - Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens? 
Tento juntar e misturar coisas minhas e das pessoas ao meu redor, sem colocar demais de uma única pessoa. Também me inspiro mundo em  personagens fictícios.

8 - Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?

Pergunta difícil; gosto de todas as partes!!!

9 - Quem você admira no mundo literário?
A lista é grande demais para citar, mas posso dizer que admiro cada escritor nacional! Ver nossa literatura ser apreciada me enche de orgulho :3

10- Como você administra a sua rotina com o Trabalho?
Acho que essa é uma resposta que você vai ouvir de muitos estudantes de Medicina: você não concilia nada!! Pelo menos é a sensação que temos diariamente. Alguma coisa (ou várias) sempre é deixada em segundo plano contra sua vontade. Não tenho, por exemplo, como me comunicar com os leitores e os parceiros diariamente. Não é raro eu passar mais de uma semana sem acessar as redes sociais do meu livro, porque simplesmente não tenho como! 

11- Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.
Eu que agradeço pela oportunidade! Aos que já leram ÉRICA, muito obrigada por terem dado chance a esse livro! Espero que tenha valido a pena e que, no dia que eu publicar outro livro (só Deus sabe quando), vocês me deem outra chance!! Aos que não leram, espero que um dia possam se aventurar nas páginas do meu primeiro livro assim como eu me aventurei escrevendo <3 font="">


Bate e Volta:



Um sonho? 
Conseguir ser escritora e médica ao mesmo tempo!
Um livro? 
Garota Exemplar - Gillian Flynn
Um filme? 
A Origem
Um seriado? 
Serve desenho animado? sim, Miraculous: As Aventuras de Ladybug
Um lugar? 
Meu quarto hahaha
Um autor (a)? 
JK Rowling
Uma frase? 
Nunca memorizo muito frases, ops.

Bom, agora vocês conhecem a autora Larissa Barros Leal. Peço que vejam os livros da autora no Skoob, pois seu livro entrou para a lista de favoritos de muitos :3 
Então, se ainda tinha dúvidas se devia ler ou não a obra da autora, começa a ler logo, porque você vai amar ♥

Resenha: Dez formas de fazer um coração se derreter ~ Os Números do Amor #2

A resenha de hoje envolve o segundo livro da série Os Números do Amor, da autora Sarah MacLean. A autora te envolve de um jeito muito gostoso, e a obra é digna de ser lida e indicada para todos. 

Ano: 2016    ❥    Editora: Arqueiro    ❥   Série: Os Números do Amor     ❥   Autora: Sarah MacLean     ❥    Páginas: 352


Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.
A revista Pérolas e Peliças publicou dez formas de agarrar um Lorde, Conde ou a pessoa que ama. Para completar a revista informou os solteiros mais lindos e cobiçados. um deles era o irmão gêmeo do Marques de Ralston, Lorde Nicholas que é um antiquário e é um solteiro.
No começo de alguns capítulos encontramos as Lições para Conquistar um Lorde.

Nick St. John é alto, bonito e forte, igual ao seu irmão o Marques de Ralston. A única diferença é que ele é bem mais divertido e tem uma cicatriz no rosto. 
Ele tem um fraco por mulheres em perigo e que precisam de sua ajuda. Foi por causa de uma mulher que ele recebeu a cicatriz, e foi por causa de uma que ele decidiu ficar longe de compromissos e de mulheres que precisam de ajuda. Bom, até conhecer Isabel.

Isabel Towsend é uma jovem que teve que abrir mão da sua mocidade muito cedo para ajudar a Mãe (que acabou falecendo tempo depois) e as moças que após um tempo começaram a aparecer na propriedade. 
Lady Isabel é filha de um Conde e tem 24 anos, ela cuida do irmão James (futuro Conde Perdulário) e das meninas da casa de Minerva. Contudo, ela recebe a noticia que o Conde Perdulário (seu Pai) morreu, e não deixou nada para ela e nem para o irmão. Deixando ela sozinha na miséria com as meninas para administrar a Towsend Park. 

Entretanto, ninguém sabe que Isabel tem uma casa cheia de mulheres, então ela "tenta" guardar segredo fazendo elas se vestirem de homens e tornando a fazer os trabalhos direcionado apenas para homens. 


Os caminhos de Nick e Isabel se cruzam quando ela resolve vender suas estátuas (única herança do Pai) para conseguir dinheiro e pagar alguns consertos que a casa de minerva precisa. E ele foi para Yorkshire que fica a norte de Londres para procurar a irmã do seu amigo que fugiu e precisa ser encontrada antes que a Alta Roda descubra. 
Lorde Nicholas é um verdadeiro modelo de masculinidade. Bonito e charmoso, com uma aura de mistério que faz leques e cílios balançarem [...] .

Pouco a pouco Nicholas e Isabel vão se conhecendo melhor, ela expõe as coisas pelo que passou com o Pai e com a Mãe (antes de falecerem). 
E Nick guarda segredo que está na casa não para ver as esculturas, mas sim para encontrar Georgiana irmã do seu amigo.


O livro é narrado em terceira pessoa, sendo alternado entre Isabel e Nicholas, um detalhe que ajudou bastante na construção dos personagens, pois, em todo momento soubemos o que estavam pensando. O enrendo é divertido e muito envolvente, deixando a leitura leve e rápida. Ademais, não posso deixar de citar que este livro é de ROMANCE, e vamos encontrar cenas que deixa isso bem claro.
O designer e a diagramação do livro é de fazer qualquer um babar. A capa é bem simples, mas descreveu a nossa personagem Isabel e o ambiente do livro.

A série Os Números do Amor é composta por 3 livros. Comecei a leitura numa noite de terminei na outra, não resisti e já estava procurando o lançamento do próximo livro, que será contado pela Juliana (Irmã mais nova dos Gêmeos). Recomendo a todos que gostam de um Romance de Época repleta de mulheres fortes, mistério, reviravoltas e um pouco de romance.

Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar -   Resenha
Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter -  Você está nesta resenha
Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir - Ainda não foi postada

8 on 8: Livros com Piores MORTES :(


Oi oi gente, como vocês estão?

Eu voltei, para vocês meus queridos (♥) Antes de começar com a temporada de Resenhas, Tags e Diy's, eu resolvi responder ao 8 on 8Esse mês selecionaram o tema as piores mortes. Então escolhi alguns livros que envolvem mortes e perdas irreparáveis. Já que algumas mortes foram apenas acidentes.


Não importa o que aconteça, não importa quantas vezes você lide com ela, a morte não fica mais fácil.    
Não vou dar SPOILER, pode ficar calma. Como último livro da trilogia Jogos Vorazes. Nesse livro você já esta preparada o que estar por vir, e quase. Eu já sabia da morte do final, mas não sabia da morte que acontecia durante a leitura. E acredite, você vai desidratar de tanto chorar. Jogos Vorazes, de Suzanne Collins, é exatamente o livro pelo qual os fãs esperavam: complexo, imaginativo e, ao mesmo tempo, brutal e humano. Depois de sobreviver aos jogos por duas vezes, Katniss Everdeen tentará se encontrar no papel de símbolo de uma revolução, enquanto luta para proteger sua mãe e sua irmã no meio de uma guerra.
Não tem resenha     ❥    Submarino    ❥    Saraiva     ❥    Amazon

Como Eu Era Antes de Você

Esse livro tem uma história tão tocante, que não importa quantas vezes você leia, você vai chorar. Não vou citar o que acontece, mas tenho certeza que todos já sabem.
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.


Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.
Não tem resenha     ❥     Submarino      ❥    Saraiva      ❥    Amazon


Antes de falar sobe o livro, quero que saibam que O GAROTO AO LADO está na promoção na Saraiva.
A protagonista tem um segredo que envolve uma perda irreparável. Não é uma das piores mortes, mas é porque não tenho tantos livros que envolve o assunto. Não vou mentir que fiquei bem triste quando descobri quem Alice perdeu.

Alice é uma jovem independente que está querendo ficar longe de relacionamentos, mas isso muda assim que ela conhece o misterioso Nicholas. Gente esse livro está na promoção na Saraiva, então apos ler o post corre lá e aproveita essa promoção.
Apesar de seu nome, Alice não tem nenhum 'País das Maravilhas' à sua volta. Não há nenhum Chapeleiro Maluco, muito menos um gato sorridente por perto. Acontecimentos do passado atormentam sua mente. Ela não pensa duas vezes em se mudar após a separação dos pais, e, em uma nova cidade, em uma nova turma, Alice encontra-se sozinha em seu último ano do Ensino Médio. Mesmo tendo parte de sua família por perto, ela se sente isolada em meio à multidão, e ninguém parece notá-la. Seus únicos companheiros são seus livros e seus escritos. Apenas as palavras acompanham Alice, pelo menos até o dia em que ela percebe que um garoto da sua turma a está observando. Fechada a qualquer tipo de relacionamento, Alice tenta fugir do interesse de qualquer um, mas vê-se intrigada pela presença do 'garoto ao lado'.


Resenha    ❥    Saraiva      ❥    Submarino      ❥    Amazon


O Quarto Dia
- Esse livro é bom? 
- É
- Então, por que você selecionou ele?
- Eu escolhi ele, porque simplesmente exagerou na descrição das mortes. A leitura é bem SOBRENATURAL.

Em uma viagem de réveillon que tinha tudo para ser perfeita. Mas às vezes o novo ano reserva surpresas desagradáveis... 
Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica... se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro. 
As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis. 
Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? 
Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe. 
Resenha    ❥    Saraiva     ❥     Submarino     ❥    Amazom

Léxico

O livro tem uma premissa ótima. Max Barry constrói uma trama sombria na qual as palavras são como armas e os tipos mais vis usam como pseudônimos grandes nomes da literatura. No decorrer da história vamos presenciar algumas mortes que dói na alma do leitor. 
Mas é claro que Uma organização treina jovens talentosos para controlar a mente e o comportamento das pessoas usando combinações específicas de palavras. Os iniciados deixam suas verdadeiras identidades para trás e passam a usar nomes de poetas.
Identificada como um prodígio na arte da persuasão, Emily Ruff, que ganha a vida com truques de cartas nas ruas de São Francisco, é enviada para o treinamento em uma escola da organização e começa a aprender a técnica letal. Quando os líderes da instituição descobrem que ela está se envolvendo com outro aluno, Emily recebe uma missão aterrorizante. Wil Parke, carpinteiro, sofre de amnésia. Um dia ele já soube o significado da palavrárida, um artefato com o poder de colocar o planeta em risco. No entanto, não lembra mais. Wil é sequestrado por dois agentes brutais, que acabaram de matar sua namorada, desesperados para impedir que um membro da organização, de codinome Virginia Woolf, cause uma grande destruição.

Ainda não tem resenha    ❥    Submarino     ❥     Saraiva     ❥    Amazon

Calma gente, ninguém morre na história (mais ou menos). Apenas escolhi esse livro porque como podem ver a mãe da Lara, Margo e Kitty, faleceu quando elas ainda eram novas, então da para notar que tem uma trama escondida neste livro.
Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.

Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.


Resenha     ❥    Saraiva      ❥    Submarino      ❥    Amazon


Na sinopse você já tem uma noção de quem vai morrer. Eu chorei muito no segundo livro quando a June relembrava do irmão. E nesse primeiro livro também tem uma morte que te faz pensar se vai ter mais acontecimentos assim :( 
Eu desidratei de tanto chorar nesse livro, morri por dentro e só não fiquei de ressaca literária porque ainda estava no primeiro.
Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. De mundos diferentes, os dois não têm motivos para se cruzarem, até que o irmão de June é assassinado e Day se torna o principal suspeito. 

Presos num grande jogo de gato e rato, Day luta pela sobrevivência da sua família, enquanto June procura vingar a morte de Metias. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos, numa trama de forte conteúdo político e repleta de ação, reviravoltas e romance.
Resenha     ❥    Saraiva     ❥     Submarino     ❥     Amazon

Cuidado, caso não tenha lido esse livro ainda. Saiba que as próximas 3 linhas contem SPOILER.

Se você leu esse livro sabe do que estou falando. Achei um final muito...desnecessário, ainda não aceitei e achei que deveria mudar o titulo para EU, VOCÊ E A GAROTA QUE VAI MORRER. 
Miles Halter estava em busca de um Grande Talvez. Alasca Young queria saber como sair do labirinto. Suas vidas se colidiram na Escola Culver Creek, e nada nunca mais foi o mesmo.
Mas antes, um breve resumo de como tudo aconteceu:
Miles Halter vivia uma vidinha sem graça e sem muitas emoções (ou amizades) na Flórida. Ele tinha um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história. Uma dessas personalidades, François Rabelais, um escritor do século XV, disse no leito de morte que ia em “busca de um Grande Talvez”. Para não ter que esperar a morte para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para a Escola Culver Creek, um internato no ensolarado Alabama.


Lá, ele conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: “Como vou sair desse labirinto?” Inteligente, engraçada, louca e incrivelmente sexy, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, mesmo tentando sem sucesso decifrar o enigma indecifrável de seus olhos verde-esmeralda.
Ainda não tem uma resenha     ❥    Saraiva     ❥     Submarino     ❥    Amazon



A protagonista sofre um acidente e acaba perdendo uma amiga. Não chega a ser uma morte ruim ou uma das piores. Eu apenas não estava preparada para um acidente durante a leitura.
Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada. 
Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse. 
Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara – a ponto de duvidar se deve se casar afinal. 
Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou... 

Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?





Os blogs participantes são:



O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h. Aqui você vai encontrar de tudo um pouco.

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.