Resenha: Das últimas horas de novembro da Laís Brancalhão + Playlist

Leitora Cretina

Oi oi gente,
Hoje é um post super bacana e muito especial! Vou resenhar para vocês o livro da autora Laís Brancalhão (Para quem não sabe tem uma entrevista dela aqui), ela é parceria do blog e disponibilizou o seu livro para resenha. Bom, vou falar para vocês o que eu achei do livro e espero que gostem 

Título: Das Últimas Horas de Novembro 
Autor: Laís Brancalhão 
Ano: 2016 
Editora: Ainda não publicado
Páginas: 228 páginas
Amazon: Comprar 


Liz levava uma vida pacata na pequena Bela Vista. Aos poucos retomava a rotina tranquila que lhe fora tirada por conta de um relacionamento mal sucedido. Antonio só queria devolver o que lhe fora dado ao fim de uma relação de anos. Quando o caminho desses dois jovens se cruza, suas vidas tomam um rumo inesperado e completamente transformador. Ele encontra em Liz a calmaria que sua vida conturbada nunca lhe permitiu ter e ela encontra em Antonio a inquietação que faz sua vida andar a passos largos rumo ao desconhecido. Das últimas horas de novembro é uma história de amor, mas, acima de tudo de descobertas e questionamentos; que nos faz refletir ate que ponto o que fazemos é por nós ou pelo outro.

Antônio é um típico personagem lindo e charmoso (Com aquele leve aroma de problema) e que sofreu após um fim de relacionamento. Mas na minha opinião ele que foi o causador desse sofrimento, já que ele não estava de cabeça naquele relacionamento.

Eles se encontram pela primeira vez num lago/praça, Antônio estava lendo um livro e fumando, enquanto, Liz estava passeando e tirando fotos. Ela admira aquele homem sentado lendo e o quanto estava tão fotogênico. Mas um detalhe é que ela apenas fica olhando ele pela lente da câmera. 

Quando deixava que ele tomasse meus pensamentos para que pudesse pegar no sono, ele não era um calmante,mais sim uma droga muito forte e altamente viciante.

Após alguns minutos ela percebe que aquele rapaz não se encontra naquele local. É quando ele aparece do seu lado pedindo para que ela apague as fotos que tirou dele. Nesse momento Liz fica sem saber o que fazer e apaga algumas fotos da sua câmera para que ele não perceba que ela apenas estava olhando para ele. Antônio percebe que cometeu um erro (Melhor, uma gafe) ele fica conversando com ela, apenas para descontrair o momento. A conversa é tão boa que vão para um bar e passam horas conversando e acabam percebem o quanto eles têm em comum. E ainda por cima estudaram na mesma faculdade e tem alguns amigos em comum. A noite foi perfeita para eles dois, que no final trocaram beijos. No dia seguinte ela percebe que não trocaram telefones e nem e-mails, então decidi ir a casa da amiga Maria e falar de Antonio para ela, e pergunta se ela tem algum meio de comunicação para que eles possam voltar a se falar. As amigas maravilhosas Nanda, Amanda, Jaqueline e a Maria, percebem o quanto aquela aproximação de Antônio fez efeito na amiga e armaram um “encontro de amigos”, apenas para eles poderem se reencontrar. Após ela conseguir rever Antônio eles se encontram mais vezes e ele fala que foi viciado em drogas e também saiu de um relacionamento. 

A relação deles começa com um mar de rosas, mas é claro vai ter seu momento “SOME DA MINHA VIDA”, mentira isso não acontece. Mas é claro que vamos presenciar algumas discussões dos personagens e também terá a aparição do ex-namorado da Liz, para movimentar a história.

Uma coisa que me lembro é de Antônio, ainda deitado, acendendo um cigarro com uma mão enquanto mexia no meu cabelo com a outra. Meu sono foi embalado pelo cheiro forte das bebidas, do cigarro, a música baixa ao fundo e, principalmente, pelo som da voz dele, que lia trechos aleatórios de um livro de poesia. 

A narrativa alterna entre Liz e Antônio. Cada um com o seu ponto de vista, Liz narra o presente, enquanto, Antônio narra os momentos engraçados e descontraídos em que estiveram juntos. Durante a leitura você percebe a sincronia do casal.

Durante a leitura ouvi algumas músicas, pensei em colocar aqui para vocês ouvirem também. 

Um livro que é muito profundo e intenso. Romântico e melancólico, e ao mesmo tempo leve. É com essas palavras que consigo descrever está obra. ♥

Se você gosta de romance, e quer uma leitura rápida para passar o tempo esse é o livro certo. Não vai ser o livro que vai mudar a sua vida, mas com certeza você vai conseguir se identificar com alguma situação. 


Espero que tenham gostado e até o próximo post.

Entrevista com Ivanka Majewski + Parceria

Foto: Melina Souza

Oi oi gente,
Adivinha quem fez parceria com Majewski, isso mesmo a gente. E calma até o final da entrevista você vai conseguir falar o sobrenome dela.
Bom, a autora Ivanka Majewski escreveu o livro Ink Me, ele está disponivel por um preço muito bom na Amazon (Link da Amostra).

Vamos conhecer a autora!

1 - O que te inspirou a escrever o seu livro "Ink me"? Saiba que comecei a ler, e estou adorando ❤ 

Aí jura?? Fico muito feliz, foi minha primeira experiência escrevendo Hot. Começou como um projeto com mais três amigas em que viramos e falamos: vamos fazer algo diferente? Hot! E sei lá, escrevíamos coisas totalmente diferentes e acabou dando super certo.

2 - E o que te fez seguir com a carreira de escritora?
Desde pequena eu sempre fui fissurada em ler, até bula de remédio eu devorava kkkk. Quando conheci fanfictions em 2005, vi pessoas normais escrevendo coisas incríveis e pensei: por que não? E dai fui aprendendo, caçando temas. A aventura é procurar algo diferente. 

3 - Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?
Acho que o mais marcante foi após receber um convite para uma antologia de contos de terror cujo tema eu não escolhi: canibalismo. Era sorteio e eu pensei, ok, como vou sair dessa? E surpreendentemente eu escrevi o conto em um dia (e fiz minha mãe vomitar quando leu kkkkk)

4 - Quais são os seus próximos projetos? 
Olha, são vários kkkk está rolando no Wattpad mais um romance com uma pegada bem dramática, chamado O Quinto Estágio, que lida com o amor usando os cinco estágios do luto (negação, raiva, depressão, barganha e aceitação).  Além disso, tenho uma trilogia de ficção adolescente, que está no meio do volume 2 (mas totalmente programada com abertura para spin off) e também uma distopia que promete fugir da garota selvagem e bonita, O Clube dos 26 . AH! Fiquem ligadas no romance em conjunto com a autora de Hard, Missy Castelli,  que vai rolar em breve.

5 - Como você lida com os elogios/criticas dos leitores?
Eu gosto muito de interagir com os leitores e entendo que as vezes o resultado não é como eles esperam. Honestamente, eu queria terminar Ink Me com Derek e Carlie juntos e quando eu abri essa brecha eu quase fui comida viva kkk acho que tudo se baseia em tom e respeito. Eu sou muito amor com todos, mas como diria rainha Inês, se me atacá vou atacá kkkk

6 - O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?
Eu leio de tudo. Tudo mesmo. Mas tenho meus vícios. Sou doente e colecionadora de Stephen King, por exemplo. Alguns livros que nunca saem da minha cabeceira são: Harry Potter, O Iluminado (King), Relíquia (Tess Gerritsen), A Passagem (Justin Cronin) e Jogos Vorazes. Mas se trm uma série que sou apaixonada e inclusive tenho uma tatuagem, é Desventuras em Série ❤ A M O!

7 - Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens? 
De tudo um pouco, sabe? Misturo atores, personagens de séries, pessoas da vida real e como eu imagino uma pessoa. Eu me amarro em analisar os personagens dos filmes e ver toda a caracterização, ajuda muito.

8 -  Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?
A pesquisa, sem dúvida! Eu sou extremamente detallista: procuro endereços, trajetos, distâncias, voos, características em geral e específico. Se eu pudesse divulgar as pesquisas e não tivesse tanto spoiler eu seria mt feliz ❤

9 -  Quem você admira no mundo literário?
Já deu pra ver que eu faço uma propaganda que beira o patético quando se trata do Stephen King né?  Mas eu preciso elogiar autores do cenário nacional que conheci no Wattpad e tenho uma admiração enorme: Cássia Carducci (Marido de Aluguel), Rafael Dourado (A Chance de Encontrar o Amor no Metro), Missy Castelli (Hard), aba Testahy (Era Uma Vez Num Sonho) , Stefani Kaline (A Garota Afogada Di Lago Greene), Lola Salgado (O Advogado), Clara Taveira (Lena duologia Wings), Roberto Sell (Meias Verdades), Ruby Lace (Desejo.com) entre outros milhares de excelentes autores que estão brilhando muito por aí!

10- Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.
Maravilhosa! Foi um prazer enorme e agradeço muito pelo convite! Para quem não conhece a Iva, preciso confessar que meus romances não são para quem ama finais felizes e água com açúcar: se você busca uma mocinha independente e um mocinho que é malvado o tempo todo, vem comigo ❤ 

PS. Todos os meus personagens são estragados, o que faz serem apaixonantes e reais kkk espero vocês em Ink Me ou em O Quinto Estágio! 

Bate e Volta:


• Um sonho? 
Viajar o máximo de países possíveis.
• Um livro? 
It - Stephen King 
• Um filme? 
O Poderoso Chefão
• Um seriado? 
Grey's Anatomy 
• Um lugar? 
Las Vegas
• Um autor (a)? 
Stephen King 
• Uma frase? 
Se está fácil, está errado.

Então, como vocês viram eu fechei parceria com a autora. E logo mas terá resenha do seu livro aqui. Caso queira ler também tem o link  da Amazon.

Autora: Ivanka Majewski
Formato: eBook Kindle (Eu sei, só tem em eBook. Mas tem como baixar o aplicativo em tablets e smatphone).
Número de páginas: 338 páginas
Gênero: Romance e Ficção
Lista de mais vendidos da Amazon: #247 

Ink me - Paixão Marcada à Tinta fala da história da Cara Wilson, ela é uma artista viciada em controle e coberta em dívidas, que vive de aluguel em um pulgueiro. Tem uma vida dura, um salário que mal paga a comida, e um passado cheio de complicações. 

Após perder todas as oportunidades de emprego, Cara encontra a luz do fim do túnel no Ink Me, um estúdio de tatuagem no centro de Toronto, popular como seu dono frio, irônico e debochado, Derek Jones. 

Vulgarmente conhecido como Hammer, Derek é o típico personagem durão e desprovido de sentimentos, orgulhoso e em uma luta eterna com seus fantasmas do passado, como um grande segredo sobre sua família, uma terrível lembrança de sua ex-namorada e um alter ego perigosíssimo. 

Será que Cara e Derek, tão diferentes, se destruirão em orgulho e controle? Ou eles travarão uma luta muito maior do que o Ink Me? Uma leitura cheia de orgulho, desejo, traumas, poder e obsessão. Como uma tatuagem, Ink Me vai marcar você.

Espero que tenham gostado, e tenha aprendido o sobrenome da autora (rsrsrs). 
Até a próxima entrevista.

Wishlist de romances

Ola leitores, hoje venho com um post diferente, onde irei mostrar os livros do gênero romance que estão como prioridade na lista de desejados (Wishlist)


1- Minha vida fora de série- Paula Pimenta

Mudar de cidade sempre é difícil, mas fazer isso na adolescência é algo que deveria ser proibido. Como começar de novo em um lugar onde todos já se conhecem, onde os grupos já estão formados, onde ninguém sabe quem você é? A princípio, Priscila não gosta da ideia, mas aos poucos percebe que pode usar isso a seu favor, tendo a chance de ser alguém diferente. Mas será que o papel escolhido é aquele que ela realmente quer representar? Aos poucos, Priscila percebe que o que importa não é o lugar e sim as pessoas que vivem nele. E que, além da nova cidade, há algo mais importante a se conhecer: ela mesma. Quem gosta da série “Fazendo meu filme” não pode perder o livro de estreia dessa nova série de Paula Pimenta. Situado no mesmo universo ficcional, temos a oportunidade de acompanhar alguns dos nossos já adorados personagens, três anos antes da história de 'Fazendo meu filme” começar. Não perca a 1ª temporada da vida fora de série de Priscila.

Tag: Dias da semana em livros


Oi, gente!
Como de costume, toda Sexta-feira vou postar uma Tag aqui no blog, então podem esperar queridos.

A Nah do blog Abobrinha com Chocolate nos indicou para responder a Tag Dias da Semana em livros, e como eu ainda não tinha respondido ela ainda e nem tinha sido indicada por ninguém, resolvi responder.


DOMINGO: UM LIVRO QUE VOCÊ NÃO QUERIA QUE TERMINASSE 


Eu gostei muuito do livro as Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar, eu li em dois dias o livro e fiquei toda depre quando terminei de ler. Mas para minha alegria, ele é uma trilogia e em cada livro vamos conhecer um irmão. Estou querendo ler Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter.

SEGUNDA: UM LIVRO QUE VOCÊ TEVE / TEM PREGUIÇA DE COMEÇAR

Sob a Redoma do autor Steven King. Eu queria muito esse livro (Sério, era um sonho de comsumo) mas vi a quantidade de folhas e parecia uma bíblia. então desisti da leitura em e-book.

TERÇA: EM LIVRO QUE VOCÊ EMPURROU COM A BARRIGA OU LEU POR OBRIGAÇÃO


Eu nunca fui forçada a ler nenhum livro, e sempre leio como se nunca tivesse lido nenhuma resenha. Pois uma coisa que aprendi foi que temos que tirar nossas próprias conclusões sobre a leitura. 

QUARTA: UM LIVRO QUE VOCÊ DEIXOU PELA METADE OU QUE ESTÁ LENDO NO MOMENTO


Das últimas de novembro da autora parceira Laís. Eu tive que para de ler na metade pois estava estudando muuuuito. E tinha que ler um livro recomendado por um professor, então parei. Mas já comecei a ler e terminei, então essa semana sai resenha dele.

QUINTA: UM LIVRO DE QUINTA, QUE VOCÊ NÃO RECOMENDA


Morte Súbita da J.K Rowling, esse livro é daqueles que tem conteúdo demais. Para uma história sem sentido. Eu li os primeiros capítulos e pulei para o último, eu sei foi errado mas não estava entendendo nada. Então abandonei a leitura e não recomendo ninguém ler.

SEXTA: UM LIVRO QUE VOCÊ QUER QUE CHEGUE LOGO (LANÇAMENTO OU COMPRA)


O AR QUE ELE RESPIRA está sendo um livro muito aguardado por todos. E para quem não sabe terá continuação. Eu comprei ele e estou aguardando com a maio paciência do mundo :)

SÁBADO: UM LIVRO QUE VOCÊ QUIS COMEÇAR NOVAMENTE ASSIM QUE ELE TERMINOU

Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar, esse livro é o melhor livro de todos. Gente eu nunca pedi isso para ninguém mas...LEIAM ESSE LIVRO. O gênero é Romance de Época, mas posso confirmar que tem um pouco de New Adult e Ficção. Agora, para encerrar o post de hoje, aqui vai os blogs que indicamos para responder e dar continuidade a essa tag...

Leitora Cretina - Mônica
Balaio de Babados - Miss Todynho
Decidi Ler - Vêronica
Semi Tributos - Lívia
Postando Trechos - Brenda

Entrevista com Manu Rolim

Oi oi gente,
Como podem ver a entrevista de hoje é com a Manu, autora do livro Só Você. Eu já falei um pouco da autora aqui (Link) e agora vocês vão conhecer e saber os seus projetos. 
  
1 - O que te inspirou a escrever o seu livro "Só Você"? 

Numa viagem que fiz de carro sozinha, avistei num ponto da estrada um casal de namorados que pareciam muito apaixonados e assim nos próximos quilômetros fui imaginando uma história de amor entre eles e então surgiu a ideia inicial para a criação do Só Você.

2 - E o que te fez seguir com a carreira de escritora?

Sempre adorei ler e sempre tive vontade de escrever, mas parecia um sonho muito distante. Confesso que ao escrever o Só Você não tinha grandes pretensões, achei que iria dar o manuscrito apenas há alguns amigos e familiares e a história ficaria por aí mesmo, até um amigo leu e viu potencial na história e me incentivou a publicar e então, o sonho se tornou real.

3 - Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?

O maior desafio, sem dúvida, foi à dificuldade enfrentada no Brasil para novos autores, a maioria das editoras só publicam livros de autores conhecidos e renomados.

4 - Quais são os seus próximos projetos? Eu sei que Sempre você está a caminho, como você se senti?

Estou em processo de publicação da continuação do Só Você, o Sempre Você que encerra a história de amor da Ellis e do Felipe e já iniciei um novo romance que espero ver em breve nas livrarias.
 Confesso que não foi fácil escrever o último capítulo do Sempre Você, essa despedida deixou saudade, mas foi um projeto muito bonito e que me deixou muito apaixonada, então me sinto muito realizada e acredito que quando consegui publicá-lo a sensação de missão cumprida virá junto.

5 - Como você lida com os elogios/criticas dos leitores?

Tenho recebido muito carinho e elogios, o que fazem muito bem para o ego do autor e também nos incentiva a seguir em frente.
Quanto às críticas:
Acho super importantes, são elas que nos fazem melhorar e corrigir erros que talvez passassem despercebidos.

6 - O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?

Sou devoradora de livros. Leio quase de tudo.
No mesmo gênero literário do Só Você, indicaria o Amor não tem leis da Camila Moreira.

7 - Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens?

As inspirações vem dos mais diversos lugares. Pode ser um amigos, um familiar, uma música, uma cena cotidiana, algum filme, não há muita regra, há inspiração até no silêncio, no barulho do mar ou em algum momento vivido.

8 -  Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?

Adoro criar a personalidade dos personagens antes de iniciar a história propriamente dita.

9 -  Quem você admira no mundo literário?

O José Saramago, o Gabriel Garcia Márquez, a Clarice Lispector, o Pedro Bandeira, o Fernando Pessoa, o Machado de Assis, o Maurício de Souza (acho incrível a Turma da Mônica ainda encantar tantas gerações e continuar me encantando). Mais atual posso citar a Camila Moreira, a Megan Maxwell. Entre tantos outros...

10- Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.

Eu quem agradeço todo carinho e ajuda na divulgação do meu Só Você.
Quero deixar o meu sincero obrigada a todos os leitores do Só Você e um beijo enorme do coração de cada um deles. E para os que ainda não conhecem o meu livro, meu humilde convite a se apaixonar assim como eu me apaixonei quando o escrevi.

Bate e Volta

• Um sonho? 
Continuar escrevendo histórias quem encantem e apaixonem as pessoas.
• Um livro? 
A marca de uma lágrima
• Um filme? 
A vida de David Gale
• Um seriado? 
Friends
• Um lugar? 
Minha casa
• Um autor (a)? 
Como citei o livro dele, vou continuar na mesma linha (risos) : Pedro Bandeira


Autora: Manu Rolim

Capa comum: 224 páginas
Série: Só Você
Páginas: 224
Ano: 2015

Editora: Novo Século
Onde Encontrar: Skoob  Saraiva  Amazon
Resenha: Link

A linda estudante pernambucana Ellis decide passar suas férias de verão na paradisíaca Praia dos Reis, onde se envolve na relação mais sensual e intensa de sua vida com um homem irresistivelmente atraente e possessivo: o médico Felipe. Acostumado a ter todas as mulheres que deseja e descartá-las em seguida, logo percebe que com essa garota as coisas seriam diferentes. Felipe está disposto a fazê-la só dele e não medirá esforços para isso.Um verão com muita paixão, muito sexo, muita intensidade... Dizem que amor de verão não dura para sempre. Será esse capaz de superar o ciúme, a distância e a volta à realidade?

É um livro simplesmente único que me deixou sem fôlego do início ao fim! 
Se você já estava com vontade de ler esse livro, então vai fundo, porque ele com toda certeza do mundo vai se tornar seu livro favorito ♥

Beijos e até a próxima entrevista.

Resenha: De Repente da Nichole Chase

Autora: Nichole Chase  ♥  Editora: Pandorga   ♥  Páginas: 443   ♥  Gênero: Romance   ♥  Ano: 2015


Samantha Rousseau é uma garota que está acostumada a sujar as mãos. Ela faz mestrado em biologia da vida selvagem enquanto ajuda a cuidar de seu pai doente. Logo, não tem tempo para fofocas de celebridades, roupas da moda ou férias em algum paraíso do Caribe.
Quando a duquesa do pequeno país da Lilaria a convida para jantar, Samantha pensa que é para discutir uma doação para sua pesquisa universitária. Mas a verdade mudará o curso de sua vida de uma maneira que ela nunca sonhou.Alex D’Lynsal, príncipe da Lilaria, já rendeu muitas manchetes escandalosas à imprensa. Mas as últimas fotos divulgadas o levaram a fugir para a América e desistir de vez das mulheres. Isto é, até ele conhecer Samantha! Ela é teimosa, determinada e incrivelmente sexy. Sem mencionar que é herdeira de um Estado inteiro, o que a coloca constantemente na primeira página de qualquer jornal.Enquanto Sam aprende a viver em um mundo de política e riqueza, ela também precisa se esquivar de seus sentimentos crescentes por Alex. Afinal, se entregar a eles significaria mais do que apenas se apaixonar; significaria aceitar o peso de uma nação sobre seus ombros.
Queria muito ler esse livro, li a sinopse (que alias é gigante, na minha opinião) e pensei que seria um daqueles livros simples, que a princesa é mimada e o príncipe inocente, mas que engano! Como a própria contra-capa diz '' E se Cinderela não quisesse uma coroa?''. De repente mostra um enredo e personagens que te encantam por serem tão atuais, terem seus próprios dramas e serem focados, alem de tudo se preocuparem com a família e se arrependerem de suas decisões

O dia de Samantha está péssimo, seu carro estava falhando até a ida da escola e não estava conseguindo entrar na biblioteca pois estava tudo fechado. Ela descobre que isso está acontecendo pela presença do Príncipe e da Duquesa do país de Lilária, Sam até acha o príncipe atraente, mas ignora, pois não precisa de um amor platônico em uma hora dessas

 Samantha, ou como prefere ser chamada: Sam,  é bióloga de animais selvagens, especialista em aves de rapina, estudante de pós-graduação, filha de Martha Rousseau, cuida de seu padrasto, que considera como um pai, que está com câncer e precisa passar por vários tratamento e tomar muitos remédios.Divide o apartamento com Jess, sua melhor amiga, que é divertida e lhe da os melhores conselhos nos momentos certos

 Um funcionário da Duquesa diz que ela quer jantar com Samantha, que imagina que seja para tratar sobre suas pesquisas universitárias, ela vai torcendo para que o príncipe não esteja lá, pois se tiver com certeza tomaria sua atenção. E, por sorte/azar da protagonista, o Príncipe foi ao jantar junto com sua tia. A Duquesa surpreende Samantha quando diz que precisa tratar com ela de assuntos de família, dizendo que a família Rousseau fez parte do reino de Lilária por muito tempo e por direito, Sam é herdeira legal de uma cadeira no conselho da Rainha


Estremeci. Eu estava falando com um príncipe, um príncipe de verdade, e minha primeira interação com ele era descrever um personagem de uma história em quadrinhos. Pelo menos eu não era uma babona que ficava só olhando para a cara dele.
 Em choque, ela não sabe se vai ou não, o Príncipe e a Duquesa lhe apresentam muitos motivos para ir embora com eles e assumir seu posto, e o que mais chama sua atenção é o fato de Lilária apresentar oportunidades de tratamentos melhores para seu padrasto, e também se lembra de algo que sua mãe sempre dizia: A família vem em primeiro lugar, então deixa tudo para trás e vai para Lilária, seu pai iria passar por sessões de quimioterapia e iria logo depois

 E ela precisa aprender a conviver nesse país, ao mesmo tempo que está apaixonada pelo príncipe Alex mas com medo de que ele parta seu coração. Também aprende a lidar com a mídia, que a persegue onde ela vai. Alem disso, o livro conseguiu mostrar como a mídia cria especulações falsas e boatos apenas para criar manchete, e nos fazer pensar como deve ser a vida dos famosos com paparazzis sempre os perseguindo


Dizer que meu dia não estava indo bem era o mesmo que dizer que a Revolução Francesa havia sido um pouco turbulenta para Maria Antonieta.
Alex já apareceu em várias manchetes com fotos comprometedoras (+18) o que faz com que todos pensem que ele é um mulherengo. Sam até tenta esconder seus sentimentos, mas fica cada vez mais difícil, o príncipe tem seu objetivo e o demonstra com atitude e certeza, sinto que ele sabia desde o começo que queria conquistar Samantha 

 Samantha é uma personagem sincera, diz tudo o que pensa e podemos perceber isso claramente, muitas vezes ela diz ‘’Merda’’ ou ‘’Quase caguei nas calças’’ no livro, o que diverte o leitor, de ver uma personagem tão normal, alem de independente e que sabe o que quer, a personagem consegue ter seus objetivos e metas, alem de sempre pensar se tomou a decisão certa ao assumir seu posto.Alex é um príncipe encantador, apaixonado por Sam, faz tudo para impressionar ela e se mostra muito cavalheiro. É nítida a química do casal, e o leitor fica maravilha com o romance, mesmo que várias barreiras os atrapalhem, como o fato de Samantha não querer ser a futura Rainha.

 A capa é bonita, o livro tem uma continuação: Imprudente, que conta a história da irmã do príncipe, a Cassie, já tenho esse segundo livro e quero ler, mesmo que não tenha muita empatia com a personagem que ira narrar. Não encontrei erros de revisão e a diagramação segue um padrão lindo

 Mais que indicado! A autora ainda precisa amadurecer muito sua escrita, mas esta leve e facil de ler, nos envolve com os personagens e seus pensamentos, de maneira que nos inserimos rapido na trama e já estamos acompanhando tudo com muita facilidade. Uma leitura envolvente, que te ensinara sobre a família, que não precisa ser de sangue, e também nos trama que não devemos ter medo de nos apaixonar, deixa rolar! 

















Resenha: Essa Luz Tão Brilhante, da Estelle Laure


Oi oi gente, 
hoje eu vim resenhar o livro da capa mais linda já vista por vocês, já sabem de qual livro estou falando!?
Como é que uma estrela que mal se nota se transforma no sol? 

♥ Título Original: The Raging light
 Autora: Estelle Laure    
♥ Páginas: 208  
 Editora: Editora Arqueiro
♥ Ano: 2015
♥ Skoob: Livro


O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido. Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.


Lucille é uma garota que amadureceu do dia para a noite. A mãe disse que iria tirar férias e nunca mais voltou, e o Pai foi internado pois havia surtado. E ela teve que cuidar da irmã mais nova de apenas 9 anos. Lucille tem 17 anos e não vê a hora de fazer 18, pois com isso ela já resolve a maioria dos seus problemas.

_Que tipo de pessoa não volta?_Não Sei. Que tipo de pessoa vai embora para começo de conversa?


O livro tem uma bela história de superação, você deve ter pensado que era um livro bobinho, e não sabia que era (Ou melhor, é) um livro envolvente e forte. Que vai contar a história de uma garota que mesmo tendo uma família desestruturada, ela vai seguir em frente e continuar a andar, pois a sua irmã precisa dela.

O livro tem alguns personagens secundários, que ajudam bastante a personagem. Como o Digby irmão gêmeo da Eden sua melhor amiga. A família Jones é maravilhosa com Lucille, ajudando-a sem saber ao certo a confusão do que se está passando com ela... E Wren irmã de Lucille, é uma fofa e é admirável a relação das duas nessa história.
Tenho pensado que talvez existam coisas que simplesmente não podem ser explicadas. Que talvez, quando várias coisas ruins acontecem, coisas boas veem logo em seguida.

Quando solicitei o livro eu imaginei "Pronto, mas um daqueles romances adolescentes em que a mocinha fica com o rapaz da sinopse". Só que foi bem diferente, OKAY é um romance adolescente, mas a história toma um rumo diferente, e eu me surpreendi muito com a Lucille e sua vida.

O livro é narrado pelo ponto de vista da Lucille, ou seja em primeira pessoa. Uma das coisas que amei nesse livro foi essa capa incrível que deixa no chão todas as outras capas dos outros livros Rsrsrs' Eu adorei a parte traseira, com traços degradê bem parecidas com o aplicativo Instagram (♥). O design tanto externo quanto interno da obra é incrível, com detalhes dos capítulos e frases. 


Esse livro possui uma continuação, e se chamara But Then I Came Back, e contará a história de Eden, a melhor amiga de Lucille. 
- Sinto muito se você está triste, querida – lamenta quando chego à porta. – É mesmo uma pena. Você foi uma criança muito alegre.

Então é isso pessoal,se vocês já leram esse livro me contem nos comentários e se ainda não saiba de uma coisa que aprendi sendo LEITORA, é que temos que tirar nossas próprias conclusões ♥

Entrevista com Thyaly Jéssica (Mas conhecida como T.J. Diniz)


Olá espiões e agentes,

Hoje a entrevistada é Thyaly, a autora do livro Codinome Pandora. Para quem não sabe o livro é do gênero ficção e romance, e é para os fãs de espionagem (♥)


Vem saber então, o que esse a autora fala sobre ela e o livro. E o que eles tem de tão especial;

1 - O que te inspirou a escrever o seu livro "Codinome Pandora"? 
Eu sempre gostei muito de histórias de espionagens e isso me fascinava muito. Porém, nunca achava uma história de espionagem que tivesse tudo que me agradasse. Sempre faltava algo. Os "vilões" as vezes era um pouco bobos demais e em outras vezes não se era levado a sério, então eu comecei a criar e imaginar a vida de uma garota que lutaria por todos, mas que teria algo mais profundo em sua história. Assim veio "Codinome Pandora"

2 - E o que te fez seguir com a carreira de escritora?
Eu sempre falei muito (risos) e sempre gostei de me perder em meu mundo, imaginando histórias e personagens. Quando descobri que podia transformar tudo isso em palavras, foi como poder compartilhar o meu mundo com as outras pessoas. E eu acredito que tenho muito a aprender, pois só tenho dezoito anos e escrevi essa história com dezesseis. Acho que tenho que percorrer um longo caminho para ser uma verdadeira escritora. Por enquanto, sou só uma garota que gosta de brincar com as palavras e ver a forma fascinante em que elas formam histórias.

3 - Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?
Eu recebi muitos "nãos". Não é um mercado fácil de se entrar e há um custo que é um tanto pesado. Acredito que seja a parte mais difícil.

4 - Quais são os seus próximos projetos? 
Eu tenho muitos projetos para Codinome Pandora e se o primeiro der certo, o segundo já está bem próximo.

5 - Como você lida com os elogios/criticas dos leitores?
Eu amo elogios e críticas. Fico feliz e sem jeito quando as pessoas dizem que gostam. Eu amo críticas pois é uma forma de me fazer corrigir os meus erros e melhorar, tanto como pessoa como profissional. Então os dois são muito bem-vindos.

6 - O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?
Eu gosto de ler de tudo. Sou uma pessoa de fases. Posso ler um romance em um momento ou um suspense em outro. Eu indicaria muitos, mas como o espaço é pequeno, vou dizer um dos meus favoritos: Julieta, de Anne Fortier. Essa escritora é fantástica e tem uma forma de cativar o leitor e te deixar preso nas páginas de um jeito incrível.

7 - Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens?
Eu me inspiro em muitas coisas. Pessoas com quem eu tenho contato no cotidiano, gestos, atitudes, características, sonhos. Eu gosto de pegar várias coisas para montar um único personagem, para que fique bem diferente e peculiar.

8 - Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?
Acho que quando estou imaginando e fico presa em meu mundo. É divertido e estranho, pois parece que realmente estou lá. Se eu estiver escrevendo e alguém me chamar eu provavelmente não vou escutar. ( risos) 

9 - Quem você admira no mundo literário?
Eu admiro tanta gente. Machado de Assis, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade, Vinicius de Moraes, Carina Rissi, Meg Cabot, Dan Brown, Jane Austen, J. K. Rowling... Tem muita gente mesmo (risos)

10 - O que você acha das redes sociais no mundo da leitura. Você acha que ajuda?
Acredito que as redes sociais ajudam muito, pois une pessoas com os mesmos interesses e possibilita novas amizades espalhadas pelo mundo todo. Acho bastante divertido a quantidade de amizades que se inicia por interesse em um único livro e como isso influencia para abrir ainda mais o leque de livros, mostrando novos talentos, e causando maior interesse das pessoas pela leitura.

11 -  Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.
Eu que agradeço pela oportunidade. Fico muito feliz com isso e espero que você e todos que vão ler gostem 😊


 Um recado que eu deixo para os meus leitores é que jamais desistam dos seus sonhos, mesmo que todos digam que vocês não irão conseguir. Vá atrás, corra, persista, vocês conseguem. Terá dificuldades, mas não desistam. Nunca! Vocês são as pessoas que poderão fazer os seus sonhos se realizarem. Basta querer e lutar em busca da felicidade, pois somos efêmeros demais para desistirmos de sermos felizes.

Bate e Volta (♥)

♥ Um sonho? 
Tenho vontade de ajudar o mundo de alguma forma, com uma fundação ou um trabalho filantrópico.

♥ Um livro? 
Só um? (Risos) Ok, Julieta novamente. Sou apaixonada por esse livro. 

♥ Um filme?
Só um também? Sou cinéfila de carteirinha. " O Poderoso Chefão"

♥ Um seriado?
Aqui a lista é grande pois meu vício em séries é enorme. Mas vou dizer "Game of Thrones"

♥ Um lugar?
Minha casa (♥)

Um autor (a)? 
Clarice Lispector

Uma frase?
Nunca desista dos seus sonhos.



O mundo é feito de escolhas, algumas com mais consequências que outras. Alice Carter sempre entendeu isso. Entendia também que o mundo era um local perigoso para se viver. Uma jovem britânica de 18 anos que cresceu em um mundo problemático, assolado por um passado repleto de traumas. Sem o pai, que a abandonou junto ao irmão, e sem a mãe, que faleceu enquanto ainda era criança, Alice encontrou, na NSI (National Security Investigation), uma agência do governo britânico, uma forma de abandonar os fantasmas do passado. Usando o codinome Pandora e se arriscando, ela tentará dosar sua vida entre o mundo de espionagem e o mundo onde é apenas uma adolescente prestes a terminar o ensino médio. 
Vivendo uma vida dupla, ela terá que lidar com o próprio gênio difícil para não afastar aqueles que ama; quando um garoto irresistível aparece, aflorando seus sentimentos, Alice percebe que será mais difícil protegê-lo de sua vida conturbada com uma ameaça eminente de uma vez por todas, mesmo que isso custe seus dois mundos.

Onde comprar: Saraiva   ♥   Lojas Americanas   ♥  Submarino     Skoob



Então é isso pessoal,
beijos e até o próximo post.

Resenha: Fangirl, da Rainbow Rowell

Foto: Melina Souza


Autora: Rainbow Rowell 
Editora: Novo século 
Páginas: 421 
Gênero: Romance 
Cath é fã da série de livros Simon Snow, Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas capa Cath, ser fã é sua vida- e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme, Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar.

Cath tem uma irmã gêmea: Wren, as duas sempre foram bem grudadas pelo fato de serem abandonadas pela mãe quando eram mais novas. As duas sempre mantiveram um laço enorme , principalmente pelo fandom, pois ambas são muito fãs da série Simon Snow, que é composta por 7 livros. Até que, após tantos anos grudadas, Wren muda completamente e não só decide largar o fandom, como também não quer mais Cath como companheira de quarto.

Cath tem um blog na internet, onde atualizava antigamente ao lado de Wren, com fanfics onde Simon e Baz, (personagens de Simon Snow) eram gays e descobrem que se amavam, agora precisaria atualizar o blog sozinha, e além de tudo dividir seu quarto na faculdade com Reagan, uma menina super descolada e festeira. Ela não sabe viver sozinha, viver presa em seu quarto, não é muito amiga de Reagan, o que dificulta tudo, decide não contar para muitas pessoas sobre seu blog e suas fanfics, mas até que chega Levi, o atual namorado/ficante de Reagan, que sempre está lá, nas horas que Reagan não está, e Cath acaba conversando com ele e lhe contando sobre sua fanfic.

Mas acontece que Levi fica muito próximo de Cath e acaba gostando dela, mas Cath nem percebe, está muito preocupada com Wren, que tem ficado bêbada constantemente, com seu pai, que está doente e também com a sua fanfic, que segundo ela, precisa ser terminada antes que a autora de Simon Snow publique o 8 livro da série. Então, com tudo isso para resolver, ela deixa passar em branco tudo que envolve Levi e não percebe que pode também estar apaixonada por ele.

''Era por isso que Cath escrevia as histórias. Para ter esses momentos em que o mundo deles suplantava o mundo real. Quando ela podia simplesmente cavalgar nos sentimentos dela como uma onda, como algo flutuando morro abaixo.''
A escrita de Rainbow é incrível. O livro é de leitura rápida e fácil, porém infelizmente eu o li de ressaca literária, mas mesmo assim aproveitei muito e quando terminou fiquei bastante triste. Não me decepcionei em nenhuma parte, fiquei surpresa em perceber que o livro não foca no romance, ele foca em Cath precisando amadurecer, sem precisar de Wren. Cath aprende a tomar suas próprias decisões, estando cada vez mas próxima do fim da fanfic, o livro também se torna muito interessante porque conseguimos nos identificar com ela, com seu amor de fã e loucuras pelos personagens do livro.

O que mais me surpreendeu foi a autora não só criar o livro ''Fangilr'' como também a série Simon Snow, que estava bem construída. Em todos os capítulos temos um trecho do livro ou de uma fanfic, o que me fez sentir cada vez mas próxima de Cath, pois assim como ela, também tinha conferido, até que fossem apenas alguns trechos de Simon Snow, e as vezes o trecho até nos da um pequeno spoiler do que vai acontecer.
''- trabalhar com esse cliente é como fazer meu cérebro cavar a própria sepultura''
Sobre a diagramação, a capa é genial, pois mostra que enquanto Levi tenta chamar a atenção de Cath, ela está bem mais preocupada com sua fanfic. A fonte do livro é diferente, como já disse, antes de cada capitulo temos um trecho de Simon Snow ou de uma fanfic. As páginas são amarelas, com uma resistência muito boa.

Indico para todos que buscam um livro diferente, e garanto que ele não só lhe tirará da ressaca literária, mas também te deixará com aquela vontade imensa de reler e relembrar momentos da Cath, das loucuras de Wren ou Levi, que é um amorzinho.     

Resenha: Mar de Rosas ~ Série Quarteto de Noivas

Oi oi gente!
Você já teve a sensação de acabar um livro e querer outro mais leve. Um livro que te faça rir e se apaixonar?

Então queridos eu recomendo os livros da série Quarteto de Noivas da autora Nora Roberts, eles foram publicados pela Editora Arqueiro. 

Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro   
Páginas: 288  
Gênero: Romance 
Ano: 2014
Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês.
Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor.
Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso.
Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado.
Os seis são praticamente uma família. E justamente por isso Emma e Jack nunca revelaram a atração que sentiam um pelo outro.
Mas há coisas que não podem ficar escondidas para sempre.
No primeiro livro da série nós conhecemos a história da Mac (Fotógrafa da Votos) e amiga da Emma, Laurel e Parker. Nesse segundo livro vamos falar da história da Emma, a florista da Votos e faz parte do quarteto das amigas Mac, Laurel e Parker.



Seria de espantar que ela fosse tão romântica?, perguntou-se Emma [...]    Seus pais se amaram por 35 anos e criaram quatro filhos no amplo casarão vitoriano. Construíram ali uma vida boa, sólida e duradoura.    Emma não tinha a mínima intenção de ter menos que isso.
Emmaline Grant mas conhecida como Emma. Ela é a florista da agência e também é a mais romântica do Quarteto e foi a única que nasceu em uma família unida e cheia de amor. Emma sempre quis ter uma história de amor com um homem que ama. Mas até o momento nunca encontrou o seu príncipe para dançar no jardim de flores.
Ela cresceu ouvindo a história de amor dos país, e nunca desistiu de procurar o seu príncipe.

Jack Cooke é o melhor amigo de Del (Irmão de Parker) e também é amigo do quarteto. Ele é Arquiteto e foi o responsável pela adaptação da Mansão dos Browns (A mansão de Parker e Del, eles herdaram quando os seus Pais morreram).

Nós começamos o livro no com Emma em mais um dia de trabalho, e sendo convidada para ir a uma festa. Apos a festa voltando para casa o carro dela quebra no meio da estrada,  Emma não se desespera mas é claro precisa de ajuda. Quando em um certo momento vem Jack e para ao lado do seu carro e faz o que todo "cavalheiro" faz, a ajuda. Enquanto Jack está tentando consertar o carro dela, ela se aproxima e eles quase se beijam. Depois daquele "quase" beijo, eles ficam mexidos e começam a se olharem de outra forma. Mas é claro que se fazem de desentendido perto um do outro...bom quase.

Emma estava na correria de mais um casamento preparado pela Votos, quando em um de seus intervalos Jack (Que ajuda as meninas quando pode, pois sabe que elas sempre precisam de ajuda) não resisti e rouba um beijo dela. Apos esse beijo, eles discutem e se beijam de novo. Então acabam decidindo que o jeito é namorarem e revelar para os amigos que estão em um relacionamento. Mas ela sabe que Jack não quer compromisso, e ele sabe que Emma quer um grande amor. Então eles embarcam nessa loucura que pode arriscar tudo o que eles tem a AMIZADE.


Emma sonhou e, no sonho, estavam dançando no jardim, ao luar. O ar da primavera era suave e cheirava a rosas. A lua e as estrelas prateavam as flores que estavam por toda parte. Seus dedos se entrelaçaram quando eles se viraram e, então, ele levou aqueles dedos à boca para beijá-los.  
Quando ela ergueu o rosto, quando sorriu para ele, viu as palavras nos seus olhos antes mesmo que ele as pronunciasse.    – Eu te amo, Emma.    
No sonho, seu coração desabrochou como as flores.
Emma e Jack sempre sentiram alguma coisa um pelo outro, mas nunca admitiram ou demonstraram nada, porque se eles se relacionassem acabariam estragando a amizade, e o mais importante eles tem amigos em comum e por nada desce mundo querem perde isso.

Eu não vou revelar muita coisa sobre a história, porque ela é bem detalhada e se eu falar muito vou dar Spoiler (Se já não tiver dado, Sorry)

Em Mar de Rosas nós temos uma história fofa e envolvente, onde os personagens principias te arrancam suspiros em cada encontro.
Um detalhe muito bom no livro é a forma que a autora tem de fazer os capítulos, eles são alternados entre os protagonistas, eles são todos narrados em primeira pessoa

Já estou iniciando a leitura do terceiro livro chamado Bem-Casados, nesse terceiro volume vamos conhecer a Laurel que é a confeiteira da Votos. Eu gostei bastante do Carter (Ele vai continuar sendo o meu favorito), mas a cada livro da série você vai conhecendo os rapazes e vai se apaixonando, no meu caso foi o Del  ()


Quem já leu algum livro da autora Nora Roberts sabe como é a escrita dela. Então gente fica a dica para vocês lerem a série.

Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam brincar de casamento no jardim. Anos depois, fundaram a Votos, a melhor empresa de organização de casamentos do estado. Mas, apesar de tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora.

Álbum de Casamento - Resenha
Mar de Rosas - Você está nela 
Bem- Casados - Não tem ainda
Felizes para Sempre - Não tem ainda


O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h. Aqui você vai encontrar de tudo um pouco.

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.