Meu canal

Resenha: Binti, da Nnedi Okorafor


Binti Ekeopara Zuzu Dambu Kaipka de Namibe, é uma jovem de 16 anos, da tribo Himba. E que foi a primeira da sua tribo a ser aceita e ir para a melhor faculdade da galáxia - a faculdade de Oomza. Porém, o que você não entende é que na tribo Himba as mulheres não vão para faculdade, elas se casam. E ir para a faculdade deixará uma marca no futuro dela caso queira se casar, nenhum homem da sua tribo ira querer ela. Binti é uma jovem muito inteligente, ela é ótima com números, fórmulas e frações. E graças a sua perspicácia e determinação, ela vai atrás do seu sonho e embarca na nave para ir com os estudantes para faculdade de Oomza, sendo ela a única estudante negra a bordo na nave.

Mas o que era para ser uma viagem tranquila, acaba se tornando um pesadelo. A nave sofre um terrível ataque pelas Medusa -  criaturas que têm uma rivalidade com os humanos, e todos os estudantes morrem, menos a nossa protagonista, o que acaba se tornando um mistério logo no início da leitura.

Eu não sabia o que tudo isso fez comigo. Eu estava lá às vezes, e às vezes, não estava. Eu estava em paz, e, de repente, tudo que eu podia ver era a guerra.

Após o ataque Binti acaba se juntando as Medusa, e se aproxima de Okwu. Ela é uma das Medusa, e as duas se conectaram durante o ataque, e assim, ambas começam uma relação de amizade. Em diversos momentos podemos ver que Binti não é tratada pelas Medusa como os humanos normalmente são por elas. Mas o grande mistério é porque apenas Binti sobreviveu ao ataque? O que aguardar das Medusa?


Binti é uma jovem negra, que veio de uma tribo retrograda, com diversos aspectos machista e preconceituosos. E mesmo nessa loucura ela vai atrás da sua independência, mesmo que isso custe abandonar sua família. Ao longo da leitura podemos notar o crescimento de Binti, sua força de vontade em tudo e sua resistência, sua resiliência e o respeito que ela tem por suas raízes. Essa é uma obra do gênero sci-fi que vai te levar pelo espaço e te apresentar a diversos personagens cativantes, e tudo isso com um toque de representatividade, amadurecimento e feminismo.
Morte. Quando deixei minha casa, eu morri. Eu não tinha orado aos Sete antes de deixar minha casa. Não pensei que fosse o momento. Não tinha saído em peregrinação como uma mulher adulta. Estava certa de que retornaria para a minha vila como uma mulher adulta para fazer isso. Tinha abandonado minha família. Pensei que poderia retornar a eles quando eu tivesse feito o que precisava fazer.

Binti é uma trilogia, que contêm todos os três livros em apenas uma edição. Esse livro é da mesma autora de Bruxa Akata, lançada pela editora Galera Record. A obra é contagiante e envolvente, você nem percebe que chegou ao fim, e ainda por cima consegue relacionar muitos acontecimentos com a nossa realidade.



Espero que tenham gostado da resenha, me contem nos comentários se já leram algum livro da autora.

Beijoss, e até a próxima!!

Comentários

Form for Contact Page (Do not remove)