Resenha: K-Pop - Manual de Sobrevivência: Tudo o que você precisa saber sobre a cultura pop coreana

Oi oi gente!!

Querem um livro que te faça imaginar e te ensine tudo (ou quase tudo) sobre a Coreia?
Esse meus queridos, é o livro - Manual de Sobrevivência: Tudo o que você precisa saber sobre a cultura pop coreana, foi escrito por três autoras que sabem TUUUDO sobre a Coreia e a cultura de lá.
 A Todos que ousam sonhar, mesmo que esses sonhos estejam a quase 30h de distância.


Autoras: Babi Dewet, Érica Imenes, Natalia Pak
Ano: 2017
Páginas: 166
Editora: Gutenberg
Onde encontrar: Amazon
Você realmente sabe tudo sobre K-Pop? Se a sua resposta é não, venha conosco nessa incrível viagem pelo mundo pop coreano Escrito de uma maneira simples e divertida, este manual leva você a passear pela história da Coreia do Sul e por sua cultura, indústria de entretenimento, música e paixão. E nós te encorajamos a prestar atenção nos detalhes. O K-Pop é feito deles. Cada cor, cada conceito, cada ritmo e expressão significa um mundo de possibilidades, e garantimos que você não vai querer perder nada. O K-Pop mudou a nossa vida para melhor. Quem sabe não é exatamente disso que você precisa?
As primeiras gerações de idols, lá em meados dos anos 1990, sofreram mais com a idealização de perfeição que foi criada ao redor dos artistas de K-Pop.
 Quando o assunto é K-Pop, os grupos são só uma parte da história. Não dá para determinar exatamente quando e como o K-pop chegou ao Brasil mas conseguimos perceber como ele começou a conquistar mais e mais fãs a partir de 2011.
Mas não se enganem achando que essa obra fica apenas no simples fato de entreter com fotos e aleatoriedades sobre K-Pop, porque as autoras colocaram seus conhecimentos nele, e vamos encontrar muito informação sobre as roupas, a moda atual, população da Coreia e claro, o porque do grande sucesso dos grupos de k-pop que acabou tendo nos últimos anos.
Em 2012, dos 156 registrados, somente 34 dramas (K-dramas) produzidos foram realmente para a televisão. Isso que é concorrência!
 Já nas ultimas páginas temos uma lista enorrrrme de séries e novelas coreanas para vermos, durante o ano. Para ser sincera eu e minha mãe vimos tudo em 1 mês e acabamos ficando na bad porque vimos tudo muito rápido (risos). Mas abaixo vou deixar algumas séries que estão disponíveis na Netflix.

1. The Heirs
2. Cheese in the Trap
3. The K2 (série favorita da minha família)
4. Boys Over Flowers
5. Full House
6. Coffee Prince
7. Meteor Garden
8. Secret Garden
9. Healer
10. Man To Man

Enfim, só com essas que listeis já dá pra vocês sentarem no sofá e maratonar com as amigas. Porque além de muito romance, as séries coreanas adoram um drama. Se você não chorar em nenhuma, é porque você viu errado (risos) 
Nós somos diferentes, mas não errados.
Vocês sabiam que tem todo um glossário para falar sobre os idols da coreia?
Simm, tem e ele é bem complicadinho, com referencias a cada banda artística e falando sobre cada integrante do grupo.

Mas K-pop é só de música pop mesmo? Não necessariamente! K-pop é uma mistura de vários ritmos que se tornam populares na Coreia. Além do K-pop, no meio da industria musical sul-coreana a gente também pode ter K-Rock (procure por bandas como CNBLUE, Day6, South Club do Taehyun) e K-Hiphop (LOCO, Jay Park, Dean, Jessi e muito mais!) isso é só para começar.
Adivinha quem está finalizando essa resenha comendo Lámem de Hashi? Eu mesma porque precisava ficar inspirada, e nada melhor que comer após ler as receitas que vem no livro (são 5 receitas fáceis e rápidas de se fazer).

Não sei se te indico a leitura ou digo que é uma leitura obrigatória para quem tem um leve preconceito com os jovens que adoram essa cultura e vá por mim, eles arrasam no que fazem. Eu, Alice Mendes, nunca tinha parado para ouvir nenhuma música Coreana. E no final do livro assisti todas as séries que indicaram e ouvi 7 músicas do 2PM. Eu não me arrependi e super recomendo, você vai ver tudo com outros olhos.

Beijoss, e até a próxima!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h. Aqui você vai encontrar de tudo um pouco.

Colaborador


Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.