Entrevista com Fabiana Madruga

Foto: Postando Trechos

Oi oi gente, tudo bem com vocês?
Eu fiz um cronograma de postagens para o blog, apenas para vocês saberem quando tem postagens novas e não perderem nada. 

A autora entrevistada dessa semana é Fabiana Madruga (O instagram dela ). A autora escreveu o livro Clube dos Herdeiros e foi publicado pela editora Draco. Espero que gostem dela, e no final do post eu deixei o link de onde vocês podem encontrar o livro dela ♥

1 - O que te inspirou a escrever o seu primeiro livro?
Minhas histórias e as histórias que passavam por mim.  Clube dos Herdeiros tem muita coisa inspirada em personagens e fatos reais. Uma vez estava na praia do Arpoador e me veio a ideia de colocar tudo aquilo em uma ficção,  acrescentando personagens criados. E ali começa inclusive a história do livro.

2 - E o que te fez seguir com a carreira de escritora?
O feedback dos leitores.  O livro teve já resposta muito intensa e muito carinhosa de pessoas que sequer me conheciam.  Para uma autora estreante,  isso foi muito surpreendente!  E me deu a certeza de que estava no lugar certo. 

3 - Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?
São vários.  O mercado é bastante fechado. Conseguir uma editora não é fácil.  A Draco me abriu as portas e foi uma aposta deles.  Mas essas editoras menores,  heroínas do mercado literário,  não têm muita abertura para livrarias.  Por isso o livro não tem tanto alcance de público.  A Internet é uma grande aliada!  Mas vender livros no Brasil, sem ser famoso,  é uma luta diária. 

4 - Quais são os seus próximos projetos?
Clube dos Herdeiros é uma trilogia,  e o segundo volume está já na revisão para ser lançado em breve.  Vou lançar um conto de dentro do universo dessa história na Internet,  gratuito,  para os leitores matarem a saudade enquanto o novo volume não chega.
Além disso,  estou finalizando um projeto paralelo,  um livro de contos de terror (amo!), e entrando de cabeça no novo romance,  que terá um formato diferente e completamente interativo.  Fiquem de olho!  O nome é "A Protagonista".

5 - Como você lida com os elogios/criticas dos leitores?
As críticas são extremamente importantes! Uma reclamação séria de uma leitora me fez mudar um ponto importante da continuação do livro (e ela ainda não sabe!  Rs).  Não tenho haters,  graças a Deus, viu? Então,  todas as críticas são pra acrescentar. 
E elogios,  os leitores e bloggers nunca vão entender o quanto me deixam feliz com cada um deles. O quanto é isso que me faz continuar! Têm toda a importância do mundo. 

6 - O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?
Eu sou louca por livros de terror,  desde pequena. Fã incondicional de Stephen King. Dentro do gênero,  indico dois autores nacionais que AMO de paixão: Karen Alvarez e Raphael Montes.  O trabalho dos dois vale cada linha!

7 - Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens?
Na vida real.  Ela é uma fonte tão rica,  tão inesgotável!  E também nas pessoas que eu não fui. Sabe as coisas que você gostaria de ter feito mas tomou outro caminho?  Esses "eus"  deixados pra trás também viram personagens. 

8 - Quem você admira no mundo literário?
Editoras que apostam em autores nacionais desconhecidos.  O trabalho da Novo Conceito,  da Draco, da Universo dos livros,  da Qualis,  é excepcional! São essas editoras (e outras que fazem o mesmo) que movem o mercado com literatura de qualidade que implora pra ser lida e muitas vezes nunca vai parar nas vitrines. YouTubers e celebridades têm seu valor e seu espaço. Mas a literatura é pra quem faz literatura!  Fico triste que tão poucos continuem lutando pra garantir que esse espaço não desapareça, mas eles merecem todo o reconhecimento. 

9 - Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?
A criação dos personagens.  Me dedico muito a isso.  Um livro meu não ganha uma linha até que eu conheça cada personagem de trás pra frente e consiga crer na existência deles. Nenhum maniqueísmo passa na peneira. 

10 - Como você administra a sua rotina com o trabalho de escritora. (Para quem não sabe, a autora é mãe de uma menina linda).
Aliás,  pra quem não sabe,  essa menina linda (Obrigada!!!)  ganhou o nome de Helena por causa da personagem de Clube dos Herdeiros.  A vida real também imita os livros! 
Viajar para eventos tem sido mais complicado por enquanto,  e muitas vezes no auge da inspiração preciso parar porque ela quer atenção. Eu e Helena passamos praticamente o tempo todo sozinhas, não tenho parentes por perto ou babá.  Então ela aprende a respeitar um pouco meu tempo com a escrita,  mas ainda é bastante ciumenta!  Rs. É disciplina e negociação.  E cafeína pra aproveitar o tempinho em que ela dorme,  mesmo que seja de madrugada. 

11- Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.

Alice,  a entrevista foi um presente!  Te agradeço muito por esse convite e pelo carinho!  
Meu recado é que se o leitor é do tipo que procura personagens reais,  daqueles pra se apaixonar ou querer bater, pra shipar forte um casal ou virar hater do outro,  devia ler Clube dos Herdeiros. Esse é o ingrediente principal do livro. 



Um sonho?
Ver um livro meu na vitrine de uma livraria grande.  Pode parecer pequeno, mas é uma baita realização pra um autor. 

Um livro?
Otelo,  do Shakespeare.  Se você ainda não leu Shakespeare,  esquece a idéia de que vai ser complicado.  É a natureza humana ali,  completamente atemporal e realista. Esse livro me vira do avesso. 

Um filme?
O Poderoso Chefão.  Sou fanática por história com muitos personagens e dramas de família. E esse é o melhor de todos nesses quesitos. 

Um seriado?
Gossip Girl! AMO! 

Um lugar?
O Rio de Janeiro. Não é por acaso que todas as minhas histórias se passem aqui. O Rio me inspira todos os dias. 

Um autor (a)?
Stephen King 

Uma frase?

"We're one but we're not the same,  we've got to carry each other".  É de One do U2. Repito como um mantra pra lembrar que conviver com qualquer diferença é tão difícil quanto necessário. 



Hoje deve ser seu dia de sorte. Sim, é com você que estou falando! Ao virar a próxima página, será como se tivesse ganhado um passe livre, uma tão cobiçada credencial, um passaporte com visto para um mundo que mal se vê pela fechadura. Você poderá conhecer cada um dos membros da nova aristocracia do Rio de Janeiro e saber o que realmente se passa na vida, na cabeça e no coração deles (e eu aposto como você jurou que isso nem existia!). Só me sinto na obrigação de te alertar a respeito do principal perigo que ameaça aqueles que se julgam sortudos por cruzar essa linha: você vai descobrir que as coisas podem não ser como você imaginava, e ter vontade de correr de volta para o seu mundo seguro, que antes pareci a tão medíocre. Mas não precisa correr tanto. No meio do caminho eu sei que você vai dar meia-volta e perceber que não vai mais a lugar nenhum. O Clube dos Herdeiros pode não ser nada parecido com um conto de fadas... mas não há como não se apaixonar perdidamente por ele! Pense bem antes de aceitar o convite: existem festas que duram a vida inteira...

Onde Comprar: 

Submarino  ♥   Saraiva   ♥   Lojas Americanas   

Beijos queridos e até a próxima ♥

Tag: #DesafioFãDeLivros


Hoje vou responder uma TAG em que fui marcada pela Yasmim do Blog 365 Dias Literários, a tag se chama #DesafioFãDeLivros. A TAG era originalmente respondida no instagram, mas foi adaptada para os blogs. O objetivo é ilustrar a TAG com fotos originais e perceber como vários livros se encaixam em uma mesma categoria, e assim conhecer um pouco mais do autor do post e suas indicações.

1. Um livro que foi presente.
Foi a primeira vez que ganhei um livro, e foi em um amigo secreto. O livro conta a história de um jovem que depois de alguns problemas familiares e se afastar da igreja, começa a ver números na cabeça das pessoas. Logo ele percebi que os números são datas da morte das pessoas. O que aconteceria se você soubesse o dia da sua morte? O que faria antes de morrer? 

2. Livro cuja adaptação cinematográfica você não gosta.
Eu sou o número Quatro (Série Os legados de Lorien) e O Beija das Sombras (Série Academia de Vampiros), foram as adaptações que mais odiei. Li os dois livros, e garanto a vocês que não se parece nem um pouco com os filmes.

3. Livro que envolve mitologia.
Academia de Vampiros cita algumas vezes seres mitológicos. Foi depois de ler Academia de Vampiros que me interessei em investigar sobre a mitologia grega.

4. Livro com menos de 150 páginas..
O Garoto ao Lado, da autora Laritza. Esse livro contem 160 páginas, e tem uma estória ótima. A capa é linda e a diagramação é bem simples, deixa a leitura mais confortável.  Para saber mais sobre o livro eu fiz uma resenha, o link.

5. Um livro que você passou a noite lendo.
Quando eu gosto muito do livro, passo a noite em claro. Isso aconteceu com Três coisas sobre Você, mas eu não escolhi ele. Eu passei apenas dois dias para terminar de ler (Na verdade passei duas noites acordada). Se você gosta de romances fofos, livros do gênero (Ficção e Romance) e quer uma leitura para passar o tempo esse é o livro certo ♥
6. Livro com lombada bonita.
O único livro que comprei pela capa foi A Procura de Audrey, recomendo o livro a todos pois mesmo sendo direcionado ao público adolescente e também contendo alguns clichês com certeza agradará a todas as idades. 



7. Autor cujo nome tem a mesma letra inicial do seu.
Não encontrei um livro que o autor tenha a mesma inicial do meu nome. Então pulei pra letra L, e encontrei a autora Loretta Chase. O livro faz parte da série As Modistas. E eu adorei me aventurar nesse novo gênero literário, um Romance de Época.

8. Livro de Fantasia.
Eu tenho alguns livros que é do gênero fantasia, mas eu escolhi o livro que vem três ou quatros contos do gênero fantasia.

9. Um livro de capa dura e outro de brochura.
Eu escolhi The Kiss Of Deception, que na verdade é o meu único livro em capa dura que tenho na estante. E escolhi Prodigy da autora Marie Lu, e essa capa a mais linda da série.
10. Uma coleção incompleta.
Eu ainda não tenho todos os livros da série Quarteto de Noivas. Mas pretendo comprar os outros para terminar a minha coleção.

Amei responder essas questões. Então vou indicar alguns blogs, espero que respondam e gostem tanto quanto eu!

Resenha: O Garoto Ao Lado da Laritza Oliveira

Oi oi gente,
Hoje temos resenha de um livro muito fofo, e que me emocionou muito. Antes de falar sobre o livro eu quero pedir desculpas a autora pela demora. Desculpa Lari

Título: O Garoto Ao Lado   ♥  Autor: Laritza Oliveira   ♥   Editora: Novo Século   ♥   Ano: 2015   ♥  Páginas: 160
Apesar de seu nome, Alice não tem nenhum "País das Maravilhas" à sua volta. Não há nenhum Chapeleiro Maluco, muito menos um gato sorridente por perto. Acontecimentos do passado atormentam sua mente. Ela não pensa duas vezes em se mudar após a separação dos pais, e, em uma nova cidade, em uma nova turma, Alice encontra-se sozinha em seu último ano do Ensino Médio. Mesmo tendo parte de sua família por perto, ela se sente isolada em meio à multidão, e ninguém parece notá-la. Seus únicos companheiros são seus livros e seus escritos. Apenas as palavras acompanham Alice, pelo menos até o dia em que ela percebe que um garoto da sua turma a está observando. Fechada a qualquer tipo de relacionamento, Alice tenta fugir do interesse de qualquer um, mas vê-se intrigada pela presença do "garoto ao lado".

Após a separação dos pais Alice decidiu sair de sua cidade para terminar o seu último ano do ensino médio em uma escola nova de uma cidade nova. Alice saiu de sua cidade e foi morar sozinha em Palmas (Junto dos tios)A personagem sofre uma pressão muito grande pela família para cursar Direito, mas ela sabe que nasceu para escrever.

Não sei se o notei primeiro, segundo ou vigésimo dia, mas sei que ele estava lá, sentado ao lado, com o casaco  que vestia mesmo em dias de extremo calor , o fone de ouvido - que o tirava da realidade  e sua estranheza. 

Em um dos seus primeiros dias de aula, ela percebe um garoto olhando para ela. Intrigada com o garoto apelidado por ela como "Antissocial" (Pois ela percebeu que ele não tinha amigos, e nem tentava enturmava), ela investiga um pouco sobre ele e descobre que seu nome é Nicholas. Alice pensa tanto em Nicholas que acaba fazendo um poema para ele. 

Não sei quando foi 
No olhar, no encara ou na oi 
Ele lançou seu feitiço 
E não sei o que fazer com isso[...] 
Não sei quando foi 
Que me tornei forte como um boi 
E ele, como um leão, 
Roubou meu coração

Depois de ouvir esse poema Nicholas vai tirar satisfação com ela, para saber se ela escreveu aquilo para ele. 

— Era para mim, não era?  — ele perguntou, ignorando qualquer tentativa minha de sarcasmo ou ironia. — Eu sei que era... — repetiu, aproximando-se de mim. [...] — Sei que era para mim, ou pelo menos sobre mim.  — ele manteve seus olhos fixos nos meus. — Não pense que eu desisti ainda. 
Depois de alguns dias a Professora da sua turma pede um trabalho que vale nota para três disciplinas, o assunto é "Conheça sua dupla", e Alice foi sorteada para fazer com Nicholas (Morram de inveja dela, só ela tem essa sorte de fazer o trabalho com o CRUSH).

Ele me segurou com todo o cuidado, como se nossas rachaduras pudessem se colidir e como se pudéssemos quebrar. Achei que não poderia aguentar mais ai ele me beijou, como se lesse minha mente.

Diversas vezes eu fiquei me perguntando qual será o segredo de Alice, que fez ela não querer se relacionar com ninguém. E Nicholas tem um segredo obscuro envolvendo a sua família, qual será?


 Temos também os personagens secundários na história. Como o Benhur, amigo de Alice e que ela pode contar pra todas as horas, como um confidente. Somos também apresentados a Dante amigo de infância do Nicholas, e que acabou de voltar de Londres.

Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Alice, O Garoto ao Lado apresenta uma narrativa simples e fluída, e me fez finalizar a leitura em apenas 48 horas. Laritza possui uma escrita envolvente que nos faz se identificar com a protagonista e vivenciar suas angústias e dúvidas. No final do livro temos uma surpresa, o epilogo é contado pelo Nicholas. A capa é linda e a diagramação é bem simples, deixa a leitura mais confortável. 


Em O Garoto ao Lado, há romance, há momentos tristes, há momentos de Bad boy (foi a parte do Nicholas ♥) há momentos de reflexão, e há “momentos bookholic da parte da Alice”…enfim!

No geral, não há muito o que falar do livro. Ele entrou na minha lista de favoritos; Eu já havia adorado a história na sinopse e sem dúvidas fiquei ainda mais apaixonada pelo nesse livro! ♥ Sabe aquele livro que você não consegue largar nenhum segundo e vai lendo até perder a hora, por estar louca para descobrir o final? Então, esse livro é um desses ♥ Eu simplesmente me apaixonei pelo jeito da Nicholas e do humor do amigo da Alice o Benhur (Que é amigo da autora, sim, ele existe).


Sobre a Autora
Laritza Oliveira, nasceu em Guaxapé, MG. Começou a ler aos seis anos e descobriu que queria ser escritora aos doze, quando escreveu seu primeiro livro, publicado dois anos mais tarde. Desde então, vem apurando a escrita e buscando novas inspirações. O Garoto ao Lado é sua quarta obra. Atualmente, reside em Palmas, To, e divide o tempo entre escola, a família, os livros e o blog e canal no Youtube "ALL".

Instagram: @Laribliveira      Canal ALL    ♥  Snapchat: laribliveira     Blog: ALL A Lari Leu    ♥  

Gente o livro não é caro, eu deixai o link de dois sites que você pode encontrar livro por um preço bom. 
 Onde comprar: Americanas        Submarino 


Entrevista com Laís Brancalhão + Parceria


O post de hoje é muito especial. Por que é a primeira entrevista do Blog, e estou muito feliz que a autora Laís aceitou responder as minhas perguntas. 

Bom, como de costume vou começar pelas perguntas "típicas" e depois pergunto coisas aleatórias. 

1 - O que te inspirou a escrever o seu primeiro livro? 
Sinceramente? Não faço ideia huaahuauahahua!  Na época não tinha internet, celular essas coisas... Então a gente precisava se virar com o que tinha pra poder se distrair. Eu escrevia. Fiz um conto que usei de trabalho pra escola, então, um amigo me sugeriu que ele daria um bom livro. O conto acabou virando o principal capítulo do "Obrigada pelo chocolate" anos depois. Tudo que tem lá é inspirado em algo ou alguém, mas uma inspiração pro livro em si, acho que não tem...

2 - E o que te fez seguir com a carreira de escritora?
Não consigo me lembrar de nenhum momento da minha vida em que a escrita não estivesse presente. Então, não posso dizer que escolhi ou segui algo, apenas aconteceu. A escrita é algo muito natural pra mim, seria mais fácil dizer que ela me persegue uhauhahahua.

3 - Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?
A falta de incentivo. Vivemos em um país com uma cultura muita rica e, ao mesmo tempo, extremamente desvalorizada. Autores nacionais - iniciantes, principalmente - são simplesmente ignorados pela grande maioria das editoras, que preferem autores internacionais. Mas não podemos culpá-los... É o que público consome... E é dai que precisa vir a mudança.

4 - Quais são os seus próximos projetos? 
Agora, trabalhar na divulgação dos livros. Me sugeriram um crossover entre os personagens das duas obras, mas não sei se um dia farei isso, quem sabe...

5 - Como você lida com os elogios/criticas dos leitores?
A grande maioria é positiva. Algumas pessoas as vezes me adicionam nas redes sociais pra falar sobre algo que escrevi. Acho engraçado e interessante ao mesmo tempo.

6 - O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?
Eu leio de tudo, desde que tenha qualidade e coloque pra pensar. Uma indicação? "O lobo da estepe" de Hermann Hesse.

7 - Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens?
Em tudo o que observo no dia a dia. Seja no meu dia a dia ou no de quem faz parte do meu circulo de pessoas.

8 - Quem você admira no mundo literário?
J.K Rowling, sem dúvidas! 

9 - Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?
Conhecer os personagens. Tentar entender porque eles são quem e como são.

10- Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo para o seu próximo livro. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.
Pra quem não conheceu? Que leia, sinta e reflita sobre. A quem ja leu... Que indique minha obra por ai e espalhe o que aprendeu de bom.



Um sonho?
Viajar pelo mundo
Um livro?
O Lobo da estepe
Um filme?
Babel
Um seriado?
Game of Thrones
Um lugar?
Minha cama
Um autor?
Hermann Hesse
Um animal?
Coruja
Uma frase?
Keep, Calm and Carry on 

Sobre a Autora
Laís Brancalhão, escreveu os livros  "Obrigada pelo chocolate" e "As Ultimas Horas de Novembro".  A autora tem 27 anos, nascida no interior do Mato Grosso do sul, hoje vive no interior de São Paulo. É Publicitária, fotógrafa e escritora. Escreve desde os 14 anos.
Começou com pequenos contos e um deles acabou virando o livro, Obrigada Pelo Chocolate.

Sobre o Livro: Obrigada Pelo Chocolate 
 Uma amizade que ultrapassou o tempo, a distância e suas circunstâncias. Uma história que mostra que família vai muito além de pai, mãe e filhos. Sentimentos que surgem ao acaso e podem resistir às mudanças. Sensações que tentamos a todo custo esquecer, mas que parecem fazer parte da nossa história mesmo que contra nossa vontade. Uma história sobre o amor em todas as suas formas. Luíza e Daniel... Você vai sentir que eles fazem parte da sua vida, são pessoas que você poderia conhecer. Daqueles livros que quando você não o está lendo, você se lembra da história e não sabe se te contaram um caso real ou se é a história.


Sobre o Livro: As Ultimas Horas de Novembro
Liz levava uma vida pacata na pequena Bela Vista. Aos poucos retomava a rotina tranquila que lhe fora tirada por conta de um relacionamento mal sucedido. 
Antonio só queria devolver o que lhe fora dado ao fim de uma relação de anos.
Quando o caminho desses dois jovens se cruza, suas vidas tomam um rumo inesperado e completamente transformador.  Ele encontra em Liz a calmaria que sua vida conturbada nunca lhe permitiu ter e ela encontra em Antonio a inquietação que faz sua vida andar a passos largos rumo ao desconhecido.
As últimas horas de novembro é uma história de amor, mas, acima de tudo de descobertas e questionamentos; que nos faz refletir ate que ponto o que fazemos é por nós ou pelo outro.

Link de venda     Facebook       Instagram       Fanpage do Obrigado pelo Chocolate  
 Fanpage de As Ultimas Horas de Novembro

Espero que tenham gostado. E aguardem, porque em breve tem resenha por aqui!

Geek Girl: Fernanda Nia

Oi oi Bookholics e 
Essa é uma coluna para divulgar blogueiras e conteúdos do mundo literário. E para inaugurar a coluna eu escolhi a blogueira Fernanda Nia dona do Blog Como eu realmente..

Fernanda Nia é uma publicitária carioca aficionada desde cedo por livros e histórias em quadrinhos. Começou seu trabalho autoral em 2011, ao criar o site "Como eu realmente". Desde então, concilia sua carreira como freelancer nas áreas de Comunicação, Design e Ilustração com as aventuras de Niazinha e Srta. Garrinhas, que em 2014 começaram a ser publicadas em uma série de livros impressos pela Editora Nemo.

Outras redes sociais:
Facebook Instagram | Skoob | Deviantart

 
Curiosidade: o que me inspirou a fazer essa tirinha, nesse momento, foi na verdade o episódio final da segunda temporada de um seriado, Sherlock. O casaco é até parte do figurino dele.

Eu sei que é engraçado ler essas tirinhas e se identificar, mas uma parte é baseada na vida da Fernanda, e a outra metade são personagens fictícios criados por ela.

Aliás, acho que estou errada. Eles são baseados em pessoas reais sim – eu só não as conheço pessoalmente, mas sei que existem em algum lugar por aí!

Como ela teve essa ideia de criar tirinhas? Eu não acreditei quando ela disse, mas veio durante o banho dela. 


Recebo bastante essa pergunta e, por mais esquisito que seja, dou sempre a mesma resposta boba: surgiu no banho, aquele lugar mágico de onde vêm a maioria das nossas grandes ideias. Hahah, vou explicar melhor. Eu tinha tido uma ideia mais cedo de que criar um blog de tirinhas seria uma ótima forma de extravasar minha criatividade de piadinhas bobas e cotidianas, e foi tomando banho que bolei todo o conceito de sempre haver comparações entre situações de como deveriam ser/como realmente são e tal.

Se você quiser ler mais das tirinhas dela, eu vou deixar o link do Blog dela Como eu realmente. Eu não vou adiante com a coluna "Geek Girl", mas caso você leitor queira anunciar o seu Blog ou site, pode me mandar um email. 

Espero que tenham gostado do post, e caso tenham alguma dica de coluna literária me conta nos comentários 

Book Review: Harry Potter e a Pedra Filosofal Ilustrado


Essa edição maravilhosa de Harry Potter e a Pedra Filosofal Ilustrado chegou para mim ontem, e como ela é excelente quis fazer um review para convencer vocês de sua beleza, interior e exterior
Ilustrado por Jim Kay, a edição une a história famosa de J.K. Rowling com ilustrações que coincidem com a história.

A edição conta com uma Jacket linda, com uma ilustração de tirar o folego e o título em alto relevo, sem a Jacket ( capa removível) o livro é de capa dura vermelho

  Jim Kay fez ilustrações capazes de emocionar os leitores da série, e até eu que nunca tive contato com a história fiquei pasma com seu talento

Vou colocar mais algumas fotos do livro





Gostaram do post? Estou pensando em fazer review de duas edições da DarkSide

Resenha: Álbum de Casamento ~ Série Quarteto de Noivas


Título original: VISION IN WHITE    Autora: Nora Roberts   ♥  Número de Páginas: 288  Editora: Arqueiro   ♥  Ano: 2013  


Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida.
Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora.
Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida.
Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. 
Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme.
Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

Álbum de Casamento da Nora Roberts é o primeiro livro da série Quarteto de Noivas, publicado pela Editora Arqueiro em 2013. Nesse primeiro livro somos apresentados a Mackensie Elliot onde conhecemos o lado profissional de Mac e o lado amiga; Ela sempre viveu com os dramas da mãe Linda (que foi casada 4 vezes e teve uma outra filha chamada Eloísa, isso é uma longa história que contarei logo) e com as Amigas Laurel, Parker e Emma.

A história começa contado sobre as amigas Laurel, Parker, Emma e Mac ainda crianças brincando de casamento, onde Mac percebe que uma Câmera pode captar momentos mágicos. 
É a partir dessa brincadeira de criança que elas vão crescendo e se especializam em uma profissão, que no caso da Mac foi fotografia. Elas fundam a agência de casamento Votos, que é uma das mas procuradas pelas noivas.


Há coisas na vida que escapam ao nosso controle. Podemos fazer isso festa ou uma tragedia. 
Os pais da Mac se separaram quando ela tinha 4 anos e nenhum dos dois deu muito atenção à filha. O Pai é herdeiro da fortuna de sua família, e a sua Mãe Linda é uma mulher que troca de namorado como se troca de roupa, então deu pra perceber que Mac não teve uma figura materna. Sua família eram as três melhores amigas Parker, Laurel e Emma.

Carter é um fofo, ele chegou na história de paraquedas, como assim!? Deixa eu explicar.
Se não fosse pelo casamento de Sherry a irmã do Carter, ele não iria se encontrar com a Mac (Sua paixão de adolescência ♥ ). Ele acompanhou a irmã numa reunião para planejar o casamento dela, Carter não está muito animado com a ideia. Mas isso muda assim que ele chega ao local e dá de cara com Mac, que na hora estava no seu estúdio de sutiã pois derramou refrigerante na blusa.

Na adolescência, Carter Maguire era tímido, e bem nerd e nunca teve coragem de falar com a garota que ele sempre foi apaixonado Mac. Ele deixa esse amor um pouco de lado e vai estudar fora, e quando volta ele é professor na escola onde estudou. Ele é o tipico professor que usa paleto Tweed e recita obras como Rosalinda (Que me esqueci de quem é, Sorry). 

Um encontro casual e desastrado, que pode virar suas vidas do avesso e mudar completamente a ideia que tinham sobre o amor.


- Não tenho como desistir dela - disse Carter - Tenho esperado por ela quase a minha vida toda.
A história é narrada toda em terceira pessoa, e temos uma ampla visão de como é a personalidade dos personagens. Nós somos apresentados a alguns personagens secundários como o Jack que é Amigo das meninas, Del o Irmão da Parker (Eu tenho uma quedinha pelo Del ), A família Maguire e a Corrine que é a ex-namorada do Carter (E não sei dizer se ela vai aparecer nos próximos livros).

O livro tem essa capa linda que é de deixar qualquer um babando, e a diagramação está perfeita ♥ Então, se ainda tinha dúvidas se devia ler ou não a obra, começa a ler logo, porque você vai amar ♥

Livro cedido pela editora Arqueiro para resenha 

Resenha: No meio do caminho tinha um amor ♥



Leia com carinho. Foi de coração para coração. O seu. Antes que eu me esqueça, alguém precisa ser sincero com você. E eu...Ah, eu provavelmente serei.

Nós iniciamos a leitura com essa frase magnífica e sincera do Matheus. Se você acho ela linda então se prepare pois ela é a primeira de muitas que encontramos no livro. Vamos a resenha!?

Autor: Matheus Rocha  ♥   Ano: 2016   Páginas: 176      Editora: Sextante
Sinopse:  Às vezes, a gente insiste em viver um relacionamento que já chegou ao final faz tempo. Tentamos resistir, fazer de tudo para durar mais, lutando para trazer de volta os momentos mágicos do início. Mas, quando o amor acaba, no lugar do conforto e do carinho que existiam só restam feridas que vão doer por um bom tempo e deixar cicatrizes que não desaparecerão. Porque o amor nem sempre é para sempre. 
Com o fim vem a tristeza, a saudade, a mágoa, o desespero e a vontade de nunca mais sentir aquela dor. Aí fechamos as portas ao perigo de sermos machucados outra vez, mas também à chance de sermos amados de novo.
Um belo dia, quando as lágrimas já secaram e nos esquecemos do desconforto, com muito cuidado abrimos uma fresta só para ver a vida lá fora. E, assim como um raio de sol que entra por qualquer brecha, de repente uma vontade de recomeçar nos invade e tudo volta a fazer sentido. E, sem nem saber como, no meio do caminho avistamos novamente o amor – e a certeza de um novo começo!
Não conhecia o autor do livro Matheus Rocha, mas já tinha ouvido falar nas redes sociais sobre o seu blog Neologismo. Lá ele aborda assuntos que variam entre amor, amizade, sonhos e vida. Ele fala sobre viver. Sobreviver. Com suas criações, dá vazão à sua missão de ajudar as pessoas a encontrar conforto, e talvez alguma lógica e afeto, em toda a confusão que é inevitável na vida de qualquer ser humano.

O Autor tem um dom para a escrita, em cada palavra ele deposita uma emoção, uma sensação que ele está sentindo e quer que o leitor também sinta. 

O livro foi dividido em três partes: começo, meio e fim. Começamos a ler pelo fim – o fim do relacionamento, do encantamento, da paixão. Aos poucos, a dor dá lugar à esperança até que o começo de um novo romance se anuncia.
Eu achava que o amor existia, mas não era pra mim. Você foi a prova que eu estive errado por muito tempo!
O livro é um misto de emoções, enquanto lia me lembrava do meu primeiro namoro e também do namoro da minha irmã que passou por todos os estágios do livro Começo, Meio e Fim. Para quem viu as minhas postagens no instagram viu quando eu disse que a minha irmã amou o livro, agora quero que saibam que esse foi o primeiro livro que ela leu sem ninguém força-la. Também falei sobre o livro para uma amiga e ela gostou tanto da escrita do Math que ela comprou no mesmo dia.

De todas as coisas mais gostosas que a vida já me proporcionou, você foi a melhor das provas de que eu estive errado durante muito, muito tempo. É que eu dizia aos quatro ventos, passeando por todos os cantos do mundo, e diante das mais diferentes testemunhas, que o amor existia, mas ele não era pra mim. Tinha certeza absoluta de que nunca esse sentimento puro, forte, intenso e sinestésico iria sorrir pra mim. No máximo, iria acenar de longe, estar no mesmo espaço, cruzar comigo numa dessas avenidas abarrotadas de pessoas, no ônibus, no metrô, no avião, em qualquer canto. Menos dentro do meu abraço.

Em 50 textos inspiradores, Matheus Rocha conduz o leitor pelos caminhos tortuosos do amor, abordando o rompimento, a saudade, o medo da entrega, a necessidade de seguir em frente e as dores e delícias de se apaixonar novamente. Aliando um texto sensível a belas ilustrações do Phellipe Wanderley.



Sem contar que No meio do caminho tinha o amor tem uma das capas mais lindas do mundo literário! ♥ Fiquei super babando nessa capa linda!  Então, no geral, o livro ganhou o coração de todos que leram. E agora entrou para a lista de favoritos :3 
Então, se ainda tinha dúvidas se devia ler ou não a obra, começa a ler logo, porque você vai amar ♥

Resenha: Cidades de Papel


Título: Cidades de Papel  ♥  Autor (a): John Green    Páginas: 368  ♥  Editora: Intrínseca
Sinopse: Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.

Quentin Jacobsen nutre um amor platônico (Amor platônico também pode ser um amor impossíveldifícil ou que não é correspondido.) por Margo Roth Spiegelman, que além de vizinhos e estudarem na mesma escola, já foram amigos quando crianças. 
Mas isso foi antes de encontrarem um homem morto no parque, antes de crescerem e deixarem de ser amigos, antes de... Antes de Margo virá Margo Roth Spiegelman a garota mais popular da escola.

Quentin é um jovem que está no seu último ano da escola preste a se forma. Q não é mas amigo de Margo, ele virou amigo do Ben e do Radar. Que são aqueles amigos que você pode contar pra tudo.

Em uma certa noite Margo entra pela janela do quarto de Q toda vestida de "ninja" e pedi as chaves do carro dele (Que na verdade é da mãe dele, mas isso não vem ao caso agora), ela diz que tem 9 coisas para fazer naquela noite e precisa de um carro para realizar cada uma delas. Quentin como bom "vizinho" acaba indo com ela para servir como motorista e cumplicie.

Após se aventurar pela cidade com Margo, Quentin pensa que no dia seguinte será diferente, já que ele e Margo tiveram a maior aventura da vida deles na noite passada.
Na escola Quentin percebi que Margo não apareceu, mas como é da Margo que estamos falando, ele pensou ela deveria está fazendo alguma loucura por aí. Mas assim que chega da escola ele descobre que a família Spiegelman está procurando por Margo. 

No passar dos dias Q fica pensando se Margo vai voltar, já que essa não foi a primeira vez que ela fugiu, nas outras vezes ela voltou. Mas será que ela vai voltar?.

Ele descobre que Margo tem o habito de deixar pistas do seu destino.E à partir destas pistas deixada por Margo que Quentin entra em uma grande aventura com os amigos Radar, Ben, Lancey e Angela. Encontrar Margo Roth Spiegelman.
Essas são as palavras de uma garota de papel, que vive em uma casa de papel, em uma cidade de papel e vive a sua vida de papel.
A narrativa é leve e a história é cercada de mistérios. O enredo é bem engraçado (eu rir bastante com os amigos do Q. Quando iniciei a leitura fiquei admirada com a Margo, e como a aventura mudou Q, mas depois do desaparecimento da própria a história ficou arrastada, e ficou entediante. O autor volta a caprichar na escrita e envolve o leitor novamente, assim que Quentin descobre onde Margo pode está de fato.

O livro é bem completo, ele aborda o tempo todos as relações familiares, principalmente entre os pais e seus filhos adolescentes. 

Então é isso pessoal, espero que gostem e me falem dos outros livros do John que vocês leram! E, se ainda tinha dúvidas se devia ler ou não a obra, começa a ler logo, porque você vai amar ♥


O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h. Aqui você vai encontrar de tudo um pouco.

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.